As melhores marcas anunciam aqui

As melhores marcas anunciam aqui

segunda-feira, 6 de abril de 2020

Chapinha do DEM poderá fazer até dois vereadores em Santa Cruz do Capibaribe

Articulada por Aderito e Zilda Moraes, a chapinha do DEM certamente vai ter sucesso na eleição desse ano. Com vários nomes de competitividade, a chapinha poderá fazer até dois ou três vereadores. 

Com nomes como a ex vereadora Zilda Moraes, o ex vereador Zé Bôi, Aderito, Gilmar da Saúde, Marcos da Civil, Nêgo Zé, Renato Luis suplente de conselheiro, Paulo Duda do Pará, Comadre Sebastiana, Gordinho do Jiu Jitsu, Leno Silva entre outros nomes.

Após ter o PSD tomado de suas mãos, Aderito mostrou ser um bom articulador e começou a construir a chapinha desde o início do ano. A chapinha do DEM recebeu total apoio do prefeito Edson Vieira e do vice prefeito Dida de Nan. 

Naldo do Povão se filia ao PSB para disputar vaga no legislativo de Taquaritinga do Norte

O líder comunitário Naldo do Povão assinou na última semana, a ficha de filiação do Partido Socialista Brasileiro (PSB) e disputará uma vaga na câmara municipal de Taquaritinga do Norte  pela base de apoio do Prefeito Lero. 

A decisão de Naldo vinha sendo analisada por aliados e apoiadores e a decisão de se filiar ao PSB foi de dar um maior suporte ao partido do prefeito Lero. 

De acordo com Naldo, o apoio ao Governo do Municipal já vinha acontecendo desde 2016, quando ele deu total apoio e contribuiu para vitória de Lero e ficou mais fácil para tomar a decisão depois da grande gestão feito pelo prefeito. Segundo ele, não podia jamais desconhecer o trabalho de Lero que vem fazendo por Taquaritinga do Norte  obras significantes para população. “Foi uma decisão sensata de quem reconhece o trabalho que o prefeito fez pelo município. Taquaritinga do Norte viu uma verdadeira revolução em obras de infraestrutura, educação e saúde, além de voltar a brilhar no cenário nacional no turismo. Agora vou disputar uma vaga no legislativo desse ano pra tentar ajudar o prefeito Lero a dar continuidade do trabalho”, falou Naldo.

Ronaldo Pacas fecha apoio à pré-candidatura de Dida de Nan para prefeito

NOTA

Na vida pública somos guiados pelo único propósito de buscar o melhor para nossa gente, lutar pelo bem do coletivo e conquistar as ações modificadoras de nossa sociedade. E militar em uma ala política é o canal que possibilita tais conquistas.

Orgulho-me em ter me dedicado de corpo e alma à minha amada cidade nesses dois mandatos de vereador. São muitas andanças, cobranças, fiscalizações da aplicação do dinheiro público e o mais importante, muitas conquistas para o nosso povo.

Cada requerimento atendido, cada lei criada ou ofício enviado significa uma ação minha.
Cada cobrança enviada pelos munícipes, cada sugestão chegada ao gabinete, traz a tona um MANDATO PARTICIPATIVO e embasado nas reais funções do cargo.

Tenho cumprido com dedicação e amor os meus deveres. E assim continuarei a fazer. Sou vereador de Santa Cruz do Capibaribe. 

Estou no grupo boca-preta desde sempre, e em 2018, por um compromisso profissional com o amigo Deputado Estadual Diogo Moraes fiz parte de seu projeto de reeleição. Gravei para campanha de diversas cidades onde o mesmo possui correligionários. Logramos êxito, cumpri com meu compromisso, e hoje nossa Santa Cruz do Capibaribe conta com dois filhos na Assembleia Legislativa de Pernambuco. O próprio Diogo e a Deputada Estadual Alessandra Vieira. 

Eu, meus amigos, familiares e colaboradores iremos, ou melhor, ESTAMOS TOTALMENTE COMPROMETIDOS COM O PROJETO DO PRÉ-CANDIDATO A PREFEITO DIDA DE NAN. 

As amizades que construí ao longo dessas décadas, e as que venho conquistando nos dois mandatos, reforçam meu empenho e interesse em trabalhar por Santa Cruz do Capibaribe.
Certo de que fui bem claro, e de que não temos espaço para mais nenhum tipo de comentário maldoso, discórdia ou fake News, não tenho tempo para perder. Vou seguir no meu trabalho, de braços abertos para todos que queiram ingressar em nosso projeto de lutar pelo bem de Santa Cruz do Capibaribe. E se for GENTE DA GENTE, tem espaço em nosso grupo. 

Vereador Ronaldo Pacas 

FOTO: Vereador Ronaldo Pacas, vice-prefeito Dida de Nan, prefeito Edson Vieira e deputada estadual Alessandra Vieira

19º Edição da Cavalgada Ecológica de Taquaritinga do Norte é cancelada

Diante o momento que estamos vivendo e enfrentando, na luta contra a disseminação do covid-19, bem como respeitando todos os decretos, recomendações dos órgãos competentes e instituições que estão trabalhando para o combate a essa pandemia, a Prefeitura Municipal de Taquaritinga do Norte – PE, através da Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico vem informar aos amantes do esporte, cavaleiros, amazonas e a todos que possa interessar, que observando o quadro atual de toda comunidade local e internacional, decidimos cancelar a 19º Edição da Cavalgada Ecológica deste ano.

Informamos que o objetivo deste momento é de sensibilização sobre a importância da atuação de cada cidadão nos cuidados preventivos necessários para evitar a infecção pelo coronavírus e sua disseminação. Juntos somos mais fortes. Não vamos permitir que este vírus circule.

Agradecemos desde já a compreensão de todos os amigos, patrocinadores, colaboradores e participantes.

Taquaritinga do Norte, 03 de abril de 2020.

Ivanildo Mestre Bezerra
Prefeito

Ilka Paloma Barbosa Figueirôa
Secretária de Turismo e Desenvolvimento Econômico

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Prefeitura de Taquaritinga do Norte, através da Secretaria de Saúde e do Departamento de Vigilância Epidemiológica vem a público informar que na madrugada de hoje (05/04/2020) veio a óbito no Hospital Geral Severino Pereira da Silva, uma paciente do sexo feminino com quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave, com histórico de crises constantes de asma e de anemia aguda. 
 
A mesma por ser de outro Estado da Federação e ter chegado à Taquaritinga há mais ou menos 30 dias, devido à pandemia mundial do Novo Coronavírus (COVID – 19), seguindo as recomendações da Secretaria Estadual de Saúde e do Ministério da Saúde e por motivos de precaução, o Departamento de Vigilância em Saúde do Município realizou nesta manhã a desinfecção dos compartimentos hospitalares que compõe o Setor de Emergência para trazer uma maior segurança para os usuários e profissionais que estão de plantão.

O Hospital ficou um curto período de tempo fechado para realização de tal procedimento e já encontra-se em pleno funcionamento desde o período da manhã. O corpo foi encaminhado ao SVO (Serviço de Verificação de Óbito) e estamos aguardando o resultado dos exames para confirmar ou descartar o caso.
Esclarecemos, que o HOSPITAL GERAL SEVERINO PEREIRA DA SILVA está funcionando normalmente.

DELEGADA DE PALMEIRINA É AFASTADA POR INTERFERÊNCIA POLÍTICA

Mesmo com a pandemia que estamos vivendo, os políticos fazem manobras, pensando nos seus interesses.

Em Palmeirina, aqui pertinho, a delegada Thatianne Macedo incomoda os poderosos, com sua pré-candidatura à prefeitura e por isso foi transferida para a primeira delegacia de Garanhuns.

O “tiro pode sair pela culatra”. Thatianne gravou um vídeo dizendo que vai manter a sua pré-candidatura e que continuará ajudando a população de Palmeirina.

Como delegada da cidade a policial e sua equipe fizeram um trabalho notável. Neste mês de abril, o município completou dois anos sem registrar um único homicídio.

A transferência pode significar uma promoção, já que foi localizada numa cidade maior, mas há quem veja no ato uma espécie de punição, por ousar enfrentar bandidos e contrariar interesses políticos.

Eduardo Campos, quando era governador, não aceitava ingerência nas polícias civil e militar.

Romário Dias, um dos deputados mais experientes de Pernambuco, pede a seus aliados que nunca apresentem a ele solicitações de transferência de soldados da PM ou de delegados da Polícia Civil.

Eduardo estava certíssimo, como está Romário. Mas alguns políticos, infelizmente, não pensam assim, continuam com atitudes coronelistas.

Em Palmeirina, um município pequeno,  podemos ter até quatro candidatos à prefeitura: Marcelo Neves disputará a reeleição, Eudson Catão, que garante ter recuperado os direitos políticos,  pode tentar voltar ao poder.  Tem a delegada e o ex-prefeito Tanta, apoiado por mais dois ex-prefeitos.

Grupo de Tanta tentou um acordo com Thatianne, por entender que a divisão da oposição favorece o atual prefeito. Mas a policial está disposta a ser candidata de todo jeito.

terça-feira, 31 de março de 2020

FUNDATA tem nova presidente em Taquaritinga do Norte

O prefeito Lero deu posse, nesta segunda-feira (30/03), à nova diretora da FUNDATA (Fundação de Saúde de Taquaritinga do Norte), entidade responsável pelo Hospital Severino Pereira. 

Anália Fabrícia, com grande experiencia em cargos públicos, vai coordenar os trabalhos no lugar de Hidequel Dilarrok, que teve que se afastar para disputar uma vaga no legislativo municipal na eleição desse ano.

O Hospital Severino Pereira  é um grande hospital de emergência que atende Taquaritinga do Norte e região. A unidade possui cerca de  50 leitos e fez, em 2019, mais de 77 mil procedimentos de saúde. 

Filha de Taquaritinga do Norte, Anália Fabrícia foi servidora pública municipal na gestão do ex prefeito Zeca e já atuou em diversas áreas da gestão. Em 2016 Fabrícia foi candidata a vice prefeito pelo PDT no município.

JORNALISTA SUGERE DERRUBADA DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Por Mário Sérgio Conti

Bolsonaro é um bobo alegre e perigoso. Não liga para a lógica e a coerência. Despreza os fatos, o real, a verdade. Não tem compromisso com os brasileiros. Como foi eleito, se acha no direito de arrotar absurdos. Mas não se é presidente impunemente.

Em 15 de janeiro de 1793, um advogado de 25 anos, autor de um poema épico-libertino que açoitava a corte de Versalhes, associou o exercício do poder não apenas à responsabilidade — mas ao dolo, à culpa e à condenação. Chamava-se Louis Antoine Léon de Saint-Just.
Na notável peça oratória com a qual acusou Luis 16 de ser inimigo do povo, ele tonitruou: “Não se pode reinar inocentemente: a loucura é demasiado evidente”.

O jovem de traços finos não deu chance ao meio-termo: “Esse homem deve reinar ou morrer”. Foram 361 os deputados da Convenção que concordaram com Saint-Just. A cabeça do rei rolou uma semana depois.

Como os tempos são outros, a invectiva do Arcanjo da Revolução deve ser suavizada: a loucura de Bolsonaro é demasiado evidente, esse homem deve governar ou ser derrubado. Não se pode permitir que sabote o combate à pandemia, que aumente a dor e a desordem.
Não se trata só da sua estupidez. Seu governo ineficaz transformou-se num inimigo. Veja-se o ministro da Saúde. Ao invés de dizer se o confinamento é necessário ou não, fez média. Mas empostou a voz, deu-se ares de sumidade e fugiu das perguntas de repórteres. Revelou-se um politiqueiro pomposo e servil.

No aspecto prático, foi pior. Os equipamentos que prometeu não chegaram aos hospitais: alegou que não recebera os endereços. Não apresenta números que possam orientar o combate à propagação do vírus. É prolixo e opaco.

No Ministério da Economia, o tagarela de todas as tevês emudeceu. Ele nem sequer alinhavou meia dúzia de medidas imprescindíveis. Não tem ideia de como fará chegar algum dinheiro aos desafortunados.

Numa situação de emergência, seus dogmas ideológicos o paralisam.

Mandetta e Guedes são os bumbos da charanga regida por um ignorante que crê piamente em remédios não testados. Que acha melhor que “uns velhinhos” morram a ele mesmo se aplicar e trabalhar. Que opõe questões sanitárias à economia sem saber o que são uma e outra.

O resultado é o que se vê. Ausência de testes para detectar o vírus. Falta de UTIs e ventiladores pulmonares. Governadores a favor do confinamento e outros contra. Comerciantes sem saber se abrem ou fecham suas lojas. Panelaços contra o presidente e carreatas a seu favor.

Há mais. Um ministro senil que rompe a quarentena. Pastores argentários que promovem cultos de massa nos quais extorquem o dízimo.
Traficantes e milícias decretando toque de recolher em favelas. Saques aqui e ali. Boatos, baderna, vale-tudo.

A anarquia aumentará à medida que a Covid-19 congestione hospitais. O pico da pandemia tende a pegar o país pela proa, abatendo-o sabe-se lá por quanto tempo. É preciso fazer algo —dizem todos. Mas o quê?

Saint-Just, que, além de resoluto era realista, talvez tenha algo a nos dizer. “Não há grandes homens, só há grandes conflitos”, escreveu.
E ainda: “A força das coisas nos conduziu talvez a resultados nos quais não havíamos pensado”. E arrematou: “Ousem!”.

Não há o que esperar de Bolsonaro e sua tropa de néscios, da horda de odiosos que ele atiça. Mas é preciso lhes opor os argumentos da ciência e da solidariedade. Contra a força das coisas, a força da razão virtuosa. Política não é chicana, é rigidez contra o mal.

Ainda que hoje a política esteja reduzida à retórica. Ao contrário de Saint-Just, vivemos dias de anomia. Ele dizia não haver barulho mais belo do que o de um povo que discute e delibera o seu destino. E nós aqui, encerrados em bolhas virtuais, falando a língua das panelas. Ousar como?

Estamos em boa medida na dependência daqueles que detêm poder factual e prático. Ou seja, da elite — seja ela econômica, parlamentar, científica, institucional, midiática ou jurídica.

Dado o prontuário histórico dos mandachuvas do Brasil, dá vontade de chorar. Tanto que pululam os que querem lucrar com a crise; os demagogos impenitentes; os atravessadores desabusados; os pilantras sem pejo. Mas a força das coisas não é unívoca nem unilateral.
Há gente séria e empenhada despontando. Cientistas que pesquisam e buscam saídas. Médicas e enfermeiras que vivem dias macabros. Políticos tradicionais que se insurgem contra os palermas do Planalto. Que eles ousem tirar o problema Bolsonaro do caminho.
* Mário Sérgio Conti é um jornalista renomado, autor do livro "Notícias do Planalto", sobre a ascensão e queda de Fernando Collor. 

*Reproduzido da Folha de São Paulo, via blog de Magno Martins. 
**Foto de Mário Sérgio Conti: Jair Magri

PREFEITO DA GRANDE SÃO PAULO ESTÁ NA UTI COM CORONAVÍRUS



Prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando (PSDB), de 45 anos, está na UTI do Hospital São Luiz, com Covid-19

Gestor de São Bernardo, município da Região Metropolitana de São Paulo, 

teve o quadro respiratório agravado e precisou de cuidados intensivos.

Ele e a mulher, a deputada estadual Carla Morando (PSDB), divulgaram durante a semana que tiveram a doença confirmada após sentirem cansaço, dores de cabeça e febre alta.

Carla está em isolamento em na sua residência e passa bem. 

Desde que começou a pandemia no Brasil, já morreu pelo menos um prefeito. Foi Antônio Nonato (PT), de São José do Divino, no Piauí.

No Brasil, até o final deste domingo já haviam sido divulgadas oficialmente 136 mortes pelo vírus.

Estado mais afetado do Brasil no momento é São Paulo.

No mundo o número de mortes passa de 30 mil. 

*Foto: Notícias R7

JOICE HASSELMANN CHAMA BOLSONARO DE DESINTELIGENTE

Bolsonaro governa agora com os filhos e uns poucos ministros. Até Sérgio Moro foi atacado pelo presidente, que o acusou de se esquivar na crise, não estar dando o devido apoio no confronto com governadores e outros setores.

A Globo, a Folha de São Paulo e o tradicional Estado de São Paulo têm sido bem críticos com relação ao líder direitista.

Chegam a pedir ou insinuar seu afastamento em editoriais ou através de artigos assinados pelos jornalistas mais conceituados.

E dentre os que o ajudaram a chegar ao Planalto alguns também estão batendo duro, como os deputados federais Alexandre Frota e Joice Hasselmann.

A parlamentar, líder do PSL na Câmara, esta semana fez um pronunciamento duro no plenário. Chamou o presidente de “desinteligente”, disse que ele é inábil para lidar com o Congresso, a Imprensa e o Judiciário, por isso sai atacando todo mundo.

Joice desafiou Bolsonaro: “É preciso ser homem neste momento”, cobrou, dando a entender que o chefe político do país não tem pulso nem cumpre a palavra.

quinta-feira, 26 de março de 2020

GOVERNO CONTRATA MAIS 670 PROFISSIONAIS PARA A SAÚDE

O Governo de Pernambuco abriu, nesta quarta-feira (25.03), inscrições para selecionar 670 profissionais de saúde para atuar no complexo hospitalar da Universidade de Pernambuco (UPE). Os profissionais serão utilizados no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), centro de referência em Pernambuco para o atendimento de casos da Covid-19.

A seleção foi anunciada na última segunda-feira (23), por meio do Decreto N° 48.840, como parte das ações para conter o avanço do novo Coronavírus em Pernambuco. O recrutamento é para a contratação de enfermeiros, nutricionistas, farmacêuticos, biomédicos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, médicos intensivistas, clínicos, infectologistas e pediatras, além de técnicos em enfermagem e flebotomistas.

As inscrições gratuitas são feitas, exclusivamente, pelo site www.upenet.com.br. O processo seletivo, realizado em uma única etapa eliminatória e classificatória em avaliação curricular, terá validade de 12 meses, podendo ser prorrogável por igual período. A convocação para as contratações será através de publicação no Diário Oficial do Estado e através de e-mail dirigido ao endereço eletrônico constante na ficha de inscrição do candidato classificado.

O resultado final será divulgado no dia 04 de abril. O certame, executado pela Universidade de Pernambuco - UPE, está regido pela Portaria Conjunta SAD/UPE no 036, de 24 de março.

O Complexo Hospitalar da UPE é composto pelo Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), pelo Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (Cisam) e pelo Pronto Socorro Cardiológico Universitário (Procape). O candidato que não atender à convocação para a sua contratação, no prazo máximo de três dias úteis, juntamente com a apresentação dos documentos para a comprovação dos requisitos para a contratação, citados no Edital, será considerado desistente, sendo automaticamente excluído do processo seletivo simplificado e será imediatamente convocado outro candidato, respeitadas a classificação geral dos candidatos aprovados.

quarta-feira, 25 de março de 2020

Paulinho afirma que PCdoB vai com Helinho

Presidente municipal do PCdoB de Santa Cruz do Capibaribe, Paulinho Coelho, afirmou ao nosso Blog que o Partido Comunista do Brasil vai está no palanque de Helinho na próxima eleição municipal. 

O presidente falou que não há perigo de uma intervenção estadual para levar a legenda para outro palanque. Paulinho também confirmou que a prioridade do partido é eleger de dois a três vereadores, entre eles Ernesto Lula Maia que se desfiliou recentemente do PT.

Radicais estão prejudicando Fernando

Fernando Aragão (PP) pré candidato a prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, tem  a seu favor apoio popular e o recall da eleição de 2016 quando quase vence Edson Vieira (PSDB), perdendo apenas por pouco mais de 900 votos em um universo de mais de 40 mil votantes.

O grande problema que Fernando vem enfrentando, são alguns de seus apoiadores que são radicais e não aceitam opiniões contrárias. Esses mesmos radicais passam o tempo todo esculachando lideranças do mesmo grupo -Taboquinha- simplesmente por não apoiarem, pelo menos por enquanto a futura candidatura de Fernando.

Várias já foram as confusões, ao ponto do vereador Deomedes (PT) se retirar de um estúdio onde foi duramente criticado por "aliados" de Fernando. Em politica só vence quem consegue aglutinar mais aliados e claro votos, ou seja quem somar e multiplica mais lideranças e votos. A última confusão que esses "aliados" estão arrumando é com o vereador Carlinhos da Cohab (PTB), maior liderança de Santa Cruz que está com Fernando. Saiu uma "notícia" de que Carlinhos poderia se filiar ao PSB, partido que até o momento defende o nome de Helinho Aragão (PTB), e logo a tropa de choque de Fernando saiu nas redes detonando Carlinhos sem nem ouvir o parlamentar. Nessa batida, esses "aliados" de Fernando, vão ajudar demais a ala taboquinha que defende o nome de Helinho como futuro candidato. 

Faltando oito dias úteis para terminar o prazo de filiação, a novela taboquinha pelo jeito terá muitas cenas e novidades até o prazo final. Até a publicação dessa matéria o vereador Carlinhos da Cohab não havia se pronunciado sobre essa "notícia" de rede social, de sua possível ida para o PSB. Tentamos contato com o vereador Carlinhos da Cohab mas o mesmo não atendeu. Em contato com o vereador Ernesto Maia, o mesmo falou que passou pela mesma situação quando declarou que não era favorável ao nome de Fernando.

A divisão taboquinha só favorece o grupo boca preta e a terceira via.

COVID-19 PODE QUEBRAR BACIA LEITEIRA DO AGRESTE


Por Junior Almeida

Nos chegou a notícia de que nesta terça-feira (24), o queijo de coalho foi negociado na feira de Venturosa por 4 reais o quilo. Com tudo fechado, as ruas desertas, a oferta foi bem maior do que a procura, então, o preço despencou.

Procuramos entender porque o preço do queijo baixou tanto, tendo em vista que, segundo fomos informados, no Varadouro, em Olinda, o preço do produto era no dia de hoje, 22 reais o quilo, então, entramos em contato com alguns produtores e comerciantes de queijo.

O presidente da APCDL - Associação Pernambucana dos Produtores e Comerciantes de Queijo e Derivados do Leite, Marcelo Tubarão (de boné, na foto acima com o governador Paulo Câmara), disse que as pessoas estão confinadas em suas casas, por conta do Covid-19, como recomendam as autoridades e, sem comprar nos comércios dos bairros, que são, em sua maioria, os principais clientes dos queijeiros do interior.

O comerciante relatou que as pessoas quando saem para fazer compras, estão indo a supermercados de grandes redes e que essas não compram produtos de pequenos comerciantes.

Nossa associação tem 110 sócios e, todos estão com produtos estocados, pois não têm a quem vender. Eu, por exemplo, estou com 300 quilos de queijo no freezer, esperando comprador. Padarias, lanchonetes, pizzarias e mercadinhos estão fechados. A quem vamos vender? Questiona Marcelo.

O presidente da entidade disse ainda que já entrou em contato com autoridades do Estado, pois, em sua opinião, a bacia leiteira do Agreste, está para quebrar e, se o Governo não socorrer produtores e comerciantes, a situação tende a se agravar mais ainda.

POPULAÇÃO REPUDIA PRONUNCIAMENTO DE BOLSONARO

Pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro, feito ontem à noite, em rede nacional de televisão, foi repudiado em todo país, pela imprensa e pela população. Muitos taxaram o dirigente brasileiro de "criminoso, irresponsável, inconsequente, louco, insano".

Até órgãos da grande imprensa, como a Folha de São Paulo e a TV Globo atacaram Bolsonaro. No Jornal Nacional, pouco depois do pronunciamento, o tom foi de defesa sutil do impeachment.

Nas redes sociais, hoje, não há outro assunto. Todos querem opinar sobre a fala do Messias.

Selecionamos alguns depoimentos, de pessoas de Garanhuns e de cidades da região, feitos depois do pronunciamento. 

Confira: 

Faça o seguinte, se você ainda quiser defender esse abjeto aqui na minha timeline: desfaçava amizade, pois tenho nojo de você, seja quem for – Fabrizzia Melo

O pronunciamento do então "presidente" deixa claro as suas reais intenções ante o povo brasileiro. Ele é um genocida e está disposto a matar milhões para prosseguir com sua política de assolação. Nada de relevante ele deixará à Nação, assim ele quer pôr em prática as suas palavras de um tempo atrás: "tem que morrer no mínimo uns trinta mi!". A diferença agora é que morrerão milhões - Moisés Calado. 

Louco, irresponsável – Ramos Rodrigues

Eita desgraçado – Eduardo Oliveira

Bolsonaro genocida! – Ana Cláudia

Bolsonaro enlouqueceu de vez. Interdita com urgência! – Noelia Brito

Alguém tem que internar esse irresponsável! – Marcos Souto

Alguém coloca o presidente em isolamento por favor! – Magno Lowe

Bolsonaro está certo e os especialistas do mundo inteiro estão errados. O que dizer desse ser? – Jennyfer Soares

Esse presidente é mais doido do que se pensa – Aguida Belo

Pelo amor de Deus? O que se passa na cabeça dessa desgraça?- Jeane Maciel

Minha gente, o homem enlouqueceu de vez. PQP! – Marta Lúcia

Quer que as escolas reabram, que voltemos à normalidade.. Criticou governadores, imprensa. Em vez de tentar unir o país, foi para o confronto. Um pronunciamento desastroso. – Wandeck Santiago

Qual é a surpresa no que aquele sujeito diz ou faz? Um cara que tem como ídolo o torturador Ustra, que levava criancinhas de 5 anos para ver seus pais mortos ou destruídos após as sessões de tortura. Surpresa, até agora, é vermos as pessoas silenciosas e inertes.

A NASA vai estudar o Bozo. Ele não sangra nem pega vírus. – Gal Barbosa.

Renuncia canalha!- Dionísio Jacobina

O meu respeito pelos animais é intransigente. No entanto, um cavalo tentando imitar uma galinha seria menos cômico do que o pronunciamento do presidente, da noite desta terça-feira. Ali, não sabemos onde começa a ignorância e onde termina a loucura - Wagner Marques.

Sim, teve também quem concordou com o pronunciamento do presidente. Mas foi uma pequena minoria.

Pacas poderá ingressar no MDB

Um dos vereadores mais atuante da história de Santa Cruz do Capibaribe, Ronaldo Pacas, poderá ingressar no MDB para tentar renovar seu mandato de vereador.

Depois da cogitação de Ronaldo ingressar no DEM, partido em que ele já foi filiado, agora se comenta nos corredores do Palácio Braz de Lira que Pacas poderá ingressar no MDB ao lado de nomes como Nailson Ramos, Caetano, Val, Pipoca, Ivanilson e o estreante na disputa Gilson Julião. A intensão de formar essa chapa do MDB é eleger quatro vereadores. 

segunda-feira, 16 de março de 2020

MARÍLIA ARRAES ESCREVE CARTA AO POVO DO RECIFE

Marília Arraes não perdeu tempo. Confirmada nesta sexta-feira à noite como pré-candidata do PT à prefeitura da capital, hoje a deputada federal divulgou uma carta dirigida ao povo do Recife, demonstrando disposição para entrar na campanha e combater as desigualdades da cidade. Texto é curto, objetivo e lembra muito o estilo do ex-governador Miguel Arraes, que era avô da parlamentar petista. 
Eis a carta de Marília Arraes ao povo do Recife:
Recifenses, 
Entrei na política muito cedo. O povo do Recife me confiou, por três vezes, a honra de representá-lo na Câmara Municipal. Hoje, sou deputada federal. Mais que isso, pude conhecer a fundo a cidade, suas desigualdades, seu potencial. Tive tempo de aprender bastante, com erros e acertos, com dificuldades e alegrias, e tudo isso nos fez amadurecer ao longo dos anos. Sempre fui curiosa, inquieta. Irredenta, igual a Pernambuco, terra de revoluções.
Aprendi com o meu avô Arraes que a política é o maior instrumento de transformação do mundo, desde que seja capaz de tocar, chegar nas pessoas e que esteja do lado certo, em busca de justiça social. Arraes foi dos maiores líderes da História recente do Brasil, mas, para mim, ele era um eterno jovem inconformado, sempre olhando para o futuro, querendo dar sua contribuição, mesmo que tivesse certeza de que não veria a colheita de sua plantação de sonhos. É assim como me sinto!

Disposta a fazer, a melhorar e a mudar a vida de tanta gente que precisa. Ontem, consegui o direito de poder me apresentar como uma
alternativa ao Recife, de juntos construirmos algo próximo e presente para a cidade e para as pessoas.

Eu sou Marília, guerreira, que não desiste, não se rende, não se conforma, que não vê a injustiça com indiferença. Também me emociono, me comovo. Mas sem baixar a cabeça ou me deixar enquadrar por nada, a não ser pelo que acredito. Tenham certeza de que, juntos, faremos a diferença! Também, mas não somente, pela cor partidária, ou pelos apoios que teremos. Cresceremos pelo que somos e pelas prioridades que temos, pelo amor à nossa cidade e aos recifenses. Nossa maior aliança, sem dúvida alguma, é e será com o povo.
Estou chegando para, ao lado de vocês, dar essa nova cara ao Recife, e fazer desta uma cidade que coloca as pessoas à frente, no centro das decisões.

DEZ BONS FILMES DE DEZ DIFERENTES PAÍSES PARA VOCÊ VER

                                      Roma, do mexicano Alfonso Cuarón 


Os livros e os filmes podem levar você a fazer inesquecíveis viagens. Além do entretenimento que proporciona, a sétima arte ainda pode ensinar muito sobre política, história, filosofia, ciências e artes em geral.

Cinema é uma ferramenta poderosa da cultura, que o diga a indústria de Hollywood, que leva a ideologia americana aos quatro cantos do planeta.

Durante décadas fomos obrigados a consumir preferencialmente filmes produzidos nos Estados Unidos. Não que lá não façam bom cinema, fazem sim. Mas não é justo que ignoremos o bom cinema produzido na Europa, no Japão, na China ou na América Latina.

Com a internet, os aplicativos, temos pela primeira vez a chance de conferir boas produções de qualquer parte do mundo. A Netflix por exemplo, mesmo sendo uma empresa americana globalizou a produção cinematográfica. Assim, podemos ver hoje bons filmes argentinos, uruguaios, colombianos, tailandeses, chineses, japoneses, franceses, alemães, canadenses, coreanos, brasileiros, etc.

Fizemos uma seleção de 10 bons filmes de diferentes países que você pode conferir em casa, na sua televisão. Use o aplicativo e faça esta viagem.

1. A Trincheira Infinita (Espanha, 2019) - Excelente filme com direção de Jon Garaño, que conta a história de Higino, que passou mais de 30 anos de sua vida se escondendo num buraco dentro de casa, durante a guerra civil espanhola e a ditadura franquista. Aqui mesmo no blog foi publicada uma resenha mais detalhada sobre o longa.
 
2. O Grande Passo (Índia, 2020) - Boa produção da Netflix, com direção do indiano Sooni Taraporevala. Baseada em história real retrata a vida de dois jovens de Mumbai que são treinados por um professor excêntrico e se destacam como como dançarinos de balé clássico.
 
3. A Sun (China, 2019)- Ótimo filme realizado em Taiwan, acompanhando os dramas de uma família. O casal tem dois filhos, um deles é bem certinho e o outro nem tanto. A prisão de um deles vai mudar tudo. Longa bem realizado que prende a atenção do começo ao fim.

4. Como Nossos Pais (Brasil, 2017) - Produção de cinema no Brasil não anda lá essas coisas, mas o ano passado teve "Bacurau", que representa um marco na nossa produção audiovisual. Laís Bodanzky, que tem ótimos trabalhos no currículo, a exemplo de "Bicho de Sete Cabeças" e "Chega de Saudade", dirigiu três anos atrás este filme focando nos conflitos de uma família da classe média paulistana.

5. Whisky (Uruguai, 2004) - É o mais antigo da lista, mas não entrou no catálogo da Netflix há tanto tempo e é um filmaço. Considerado pela crítica especializada como um dos 20 melhores da América Latina em todos os tempos. Dono de uma fábrica de meias propõe a uma funcionária se passar por sua esposa para enganar um irmão que mora no Brasil e vai visitá-lo no Uruguai.

6. Roma (México, 2018) - Produção de Hollywood, mas com direção do mexicano Alfonso Cuarón este filme teve reconhecimento mundial e inclusive ganhou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, em 2019. Diretor mergulhou nas recordações da juventude, mostrando como era a Cidade do México nos anos 70. Curiosamente, muita coisa lembra como era o Recife na mesma época, com os cinemas do centro, os conflitos políticos, etc.

7. Uma Tacada de Sucesso (Tailândia, 2019) - Um pai tem a obsessão de fazer das duas filhas excepcionais jogadoras de golfe. Uma delas é Ariya Jutanugarn, primeira tailandesa a se destacar mundialmente nesse esporte.

8. Na Própria Pele (Itália, 2018) - Como o anterior, também retrata fatos reais. Stefano Cucchi foi o protagonista de um caso judicial polêmico na Itália. Ele foi detido pela polícia, suspeito de atividades criminosas e acusado de posse ilegal de drogas. Dias depois, ele foi encontrado morto em sua cela preventiva, em estado de desnutrição e com diversos hematomas. As investigações do caso repercutem até hoje e mostram um lado sombrio da justiça italiana.


9. The Negotiaton (Coréia do Sul, 2018) - Drama de suspense bem desenvolvido. Ha Chae é uma negociadora de crise a serviço da polícia de Seul. Min Tae Gu é um contrabandista de armas para uma organização criminosa internacional. Ele encena uma terrível situação de reféns e Ha Chae Yoon só tem 12 horas para salvar os envolvidos.

10. Dois Papas (Estados Unidos, 2019). Por último este que foi um dos melhores, para muitos o melhor filme de 2019. É uma produção hollywoodiana, com participação italiana, britânica, argentina, americana e direção do brasileiro Fernando Meirelles. Anthony Hopkins e Jonathan Pryce, que interpretam os papas Bento XVI e Francisco estão brilhantes, num filme de diálogos inteligentes e direção impecável. 


                                                      Cena de "Dois Papas"

HÁ DOIS ANOS MARIELLE FRANCO FOI ASSASSINADA NO RIO DE JANEIRO

Em março, no Brasil, se comemora o Dia Internacional da Mulher, no final do mês vem à lembrança o malfadado golpe militar de 1964 e, um pouco antes, o dia 14 também entrou pra história por conta do assassinato da vereadora Marielle Franco e seu motorista, Anderson Gomes.

Estão presos dois dos executores do crime, um ex-conselheiro do Tribunal de Contas do Rio, Domingos Brazão teria arquitetado o homicídio e outras pessoas envolvidas ainda estão sendo investigadas.

Dois anos depois, portanto, o assassinato covarde ainda não foi totalmente desvendado e no Brasil a pergunta insistente: Quem mandou matar Marielle?

Quem matou a vereadora talvez não parou para pensar na repercussão do crime em todo o mundo. Ou que no Brasil existem muitas Marielles e milhões que concordam com o posicionamento da socióloga e política.

Pessoas que não aprovam a matança de negros (as), inclusive crianças,  nas favelas do Rio de Janeiro e outras capitais. Gente que não compactua com a violência policial, a licença para matar.

A defesa do povo pobre da periferia, denúncias sobre os maus policiais, a proteção dos homens de farda decentes, essas eram as bandeiras de Marielle Franco, que se foi tão cedo, deixando uma filha, uma mulher que a amava (Mônica Benício), os pais Antônio e Marinete, a irmã Anielle.

Vereadora do PSOL virou uma lenda urbana. Está no jornal El País, nas emissoras de TV da Europa, na grande imprensa americana, nos sites e portais do Brasil, numa série da Globoplay, num filme que está sendo preparado por José Padilha (diretor de Tropa de Elite 1 e 2).

Está na boca do povo e dos artistas, que defendem seu nome e seu legado e perguntam, incomodamente: Quem mandou matar Marielle Franco?

Assista o vídeo, com estrelas como Caetano Veloso, Patrícia Pillar, Zélia Ducan e Camila Pitanga.

Taquaritinga do Norte realizou consulta pública para criação de unidade de conservação ambiental

A Prefeitura de Taquaritinga do Norte, através da Diretoria de Meio Ambiente e Agência Estadual do Meio Ambiente (CPRH) realizou na última quinta-feira (12/03), uma consulta pública para apresentação dos estudos ambientais realizados para criação de uma área de proteção ambiental e corredores ecológicos.

Além do prefeito do município, Ivanildo Lero, a Diretora de Meio Ambiente Aline Cursino e órgãos ambientais do estado como Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado (Semas), UFPE, ambientalistas e população participaram da consulta. Na oportunidade a população tirou as dúvidas sobre o projeto e observou a apresentação do processo de criação da Unidade de Conservação. 

A Diretora de Meio Ambiente da Capital do Café, falou sobre a importância do evento para o município. “Aconteceu uma consulta pública, onde a população trouxe suas propostas e suas ideias e vieram de mente aberta para buscar entender a importância de uma Unidade de Conservação em nosso município. Fomos contemplados como área prioritária para ter essa unidade. Isso é fruto do nosso trabalho, e do esforço e trabalho de nosso prefeito que desde 2017 iniciamos os trabalhos para ter essa Unidade de Conservação, e agora fomos contemplados. Houve várias oficinas, vários seminários e agora foi a vez de ouvir o povo. É importante falar que com essa Unidade seremos uma área prioritária para o estado e a união. Vamos recuperar nascentes de rios e áreas degradadas, nos próximos dias vai haver uma audiência pública e convido a todos para participar. Temos certeza que o município só tem a ganhar, ao preservar o seu ambiente natural", disse Aline.

O Prefeito do município também falou sobre a consulta popular. "Desde o início de nossa gestão que temos feito grandes investimentos com relação ao meio ambiente, recuperamos áreas degradadas, fechamos o lixão, criamos uma brigada para combater incêndios florestais, investimos em educação ambiental e junto com nossa diretora de meio ambiente vamos criar essa Unidade de Conservação Ambiental, que vai trazer muitos benefícios para Taquaritinga. E é muito importante a participação popular em todo esse processo", falou o prefeito. Em breve, a prefeitura estará recebendo o estudo junto com o decreto para a criação da unidade.


sexta-feira, 13 de março de 2020

Segunda etapa das obras de asfaltamento de Pão de Açúcar beneficiou sete ruas

O Distrito de Pão de Açúcar vem vivenciando obras de melhorias de infraestrutura de suas vias públicas como nunca. São melhorias que estão indo ao encontro de desejos antigos dos moradores. Só na última semana, a Prefeitura de Taquaritinga do Norte, realizou o asfaltamento de sete ruas do distrito, na segunda etapa do projeto. De Início eram seis ruas mas a Rua Cícero Antônio, conhecida como rua do cemitério novo também foi beneficiada com o asfaltamento. 

Ao todo serão 17 vias a serem asfaltadas. Na primeira etapa foram asfaltadas 3 ruas e nessa segunda etapa foram 7 ruas. As obras vem sendo aprovadas pelos moradores, que estão sentindo as melhorias na mobilidade e na valorização dos seus imóveis. 

Além do asfaltamento das ruas, também está em andamento o maior programa de calçamento da história do município. Ruas em Taquaritinga do Norte e em Pão de Açúcar estão sendo calçadas levando infraestrutura para população. 

O prefeito do município, Ivanildo Lero, falou sobre esse pacote de grandes obras em todo município. “Nunca houve tantas obras estruturadoras no município, estamos asfaltando ruas em Pão de Açúcar e ao mesmo tempo executando o maior programa de calçamentos da história em todo município, além de limpeza de barragens e barreiros em todo município. Diante da crise econômica nacional, com os municípios vivenciando cortes drásticos de verbas, com planejamento e muito trabalho a Prefeitura de Taquaritinga do Norte vem superando as dificuldades. Estamos conseguindo driblar a crise e manter os nossos projetos em andamento, prova disto é este investimento de R$ 1,5 milhões para asfaltamento das ruas de Pão de Açúcar e mais de R$ 1 milhão de reais em calçamentos em todo município”, falou o prefeito Lero.



Presidente da ACIT comunica afastamento do cargo e lança pré-candidatura a Vereador

Durante entrevista na rádio Toritama FM na manhã desta quarta-feira (11), Douglas Costa comunicou seu desligamento da presidência da Associação Comercial e Industrial de Toritama (ACIT) e fez um balanço de suas ações durante o período em que esteve a frente da instituição. 


Apesar dos desafios, Douglas comemora o êxito da sua gestão e destacou suas principais conquistas: aumento em cerca de 30% no número de associados; a criação de projetos como ACIT Jovem, Qualifica e ACIT MULHER; bem como a nova roupagem dada a associação, desmistificando a ideia de que ela existe apenas para tratar de interesses das lavanderias.

Professor universitário e administrador de empresas, Douglas Costa afirmou que se afasta do cargo para organizar os projetos da sua empresa (DCS Consultoria) e também seguir a caminhada da pré campanha para Vereador nas eleições 2020.

DEPUTADO FEDERAL FERNANDO RODOLFO SOLICITA SUSPENSÃO DE PROJETO QUE PERMITE A EXPLORAÇÃO DAS TERRAS INDÍGENAS

O deputado federal Fernando Rodolfo (PL-PE) apresentou requerimento à Mesa da Câmara solicitando a suspensão imediata da tramitação do projeto de lei 191/2020, enviado pelo governo, que permite a exploração produtiva de terras indígenas. Rodolfo, que considera a iniciativa “uma arbitrariedade”, justifica ser a proposta “flagrantemente” inconstitucional, sob o argumento de que projeto de lei ordinária não pode alterar a Constituição.

O PL 191/2020, encaminhado pelo governo no início de fevereiro, foi distribuído para oito comissões. Como determina o regimento interno da Câmara para propostas despachadas a mais de três comissões, será examinado inicialmente por uma comissão especial. “É um projeto que não merece guarida na Câmara, porque é uma ofensa aos direitos dos povos indígenas”, declarou Rodolfo em entrevista à TV Câmara. 

Com 46 artigos, o projeto de lei, que visa “regulamentar” os artigos 176 e 231 da Constituição, permite a lavra de minérios e a geração de energia elétrica em terras indígenas. “A Constituição trata as terras indígenas como inalienáveis e indisponíveis. Pra mudar isso teria que ser através de uma PEC (proposta de emenda à Constituição) e não por meio de uma lei ordinária”, argumenta o deputado. 

Fernando Rodolfo participou, ontem (quarta, 11), de reunião da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Direitos dos Povos Indígenas, que contou com a presença de apenas quatro deputados, sendo ele o único do nordeste a estar presente. “Vamos, todos juntos, independente de partidos, defender as causas indígenas com unhas e dentes”, conclamou Fernando Rodolfo na reunião.

terça-feira, 10 de março de 2020

A DITADURA PESSOAL DE BOLSONARO


Muito boa esta matéria assinada pelo jornalista Magno Martins, publicada em seu blog, que fazemos questão de reproduzir, dada a sua importância:
Na semana passada, minha passagem por Brasília foi muito importante para sentir que podemos estar vivendo um dos momentos mais críticos da República. Alguns senadores, deputados e figuras importantes consideram que talvez seja uma encruzilhada tão crítica quanto a que se observou em 1930 e 1964.
 
O resumo das conversas vou relatar aqui de forma muito simples. Em termos internos, vivemos sob um presidente que tinha um plano baseado no sucesso econômico retumbante do seu “posto Ipiranga”. Esse sucesso seria a base para enfrentar e destruir as instituições da República, especialmente o Congresso e o Judiciário.
 
Para isso, Bolsonaro fez uma aliança com partes da alta cúpula das Forças Armadas, montando um governo mais militarizado do que o próprio regime militar. Para ganhar não apenas a cúpula, mas também toda a base, fez uma “reforma” especial que beneficiou de maneira sistêmica todos os membros das Forças Armadas.
 
Adicionalmente, e de forma ainda mais perigosa, com base nos imensos benefícios concedidos às Forças Armadas, Bolsonaro está montando uma onda de pressão em favor das polícias militares para que os mesmos recebam benefícios similares às Forças Armadas. Mesmo sabendo que os governos estaduais estão quase todos financeiramente quebrados.
 
O exemplo recente do Ceará desnuda essa movimentação. Por exemplo, quando o coronel Aguinaldo de Oliveira, diretor da Força Nacional de Segurança, chamou os policiais amotinados de “gigantes”, além de outros elogios de estímulo, ficou clara a jogada do grupo de Bolsonaro liderar os movimentos das polícias militares, agregando um contingente de homens armados maior até do que o Exército, a Aeronáutica e a Marinha juntos.
 
Ocorre que Bolsonaro não contava com o fiasco econômico do seu “posto Ipiranga”. Ele só tinha essa bala na agulha e o tiro falhou. Ele não percebeu que Paulo Guedes não tinha absolutamente nenhuma experiência no setor público, jamais gerenciou qualquer repartição e veio de uma cultura muito limitada e específica do mercado financeiro. Mesmo assim, entregou um mega ministério, similar ao que Collor fez com a Zélia Cardoso de Mello, juntou Fazenda, Planejamento, Indústria e Comércio, além de outros penduricalhos.
 
Os senadores, deputados e outros conhecedores de Brasília consideram que esse fiasco vai custar muito caro a Bolsonaro. Sem uma economia forte não pode ter popularidade, nem governo forte. Os conflitos internos tenderão a crescer e sair do controle. A grande maioria dos comandantes das Forças Armadas tem lucidez e em nenhuma hipótese irão apoiar uma aventura autocrática insana. Pelo contrário, devem servir de força moderadora para evitar uma explosão social descontrolada, como está acontecendo, por exemplo, no Chile atualmente.
 
Ocorre que o poder subiu à cabeça de Bolsonaro. No lugar de se fortalecer politicamente, ele foi para a linha do conflito. Rompeu logo com o seu maior apoiador e operador, o ex-ministro Gustavo Bebiano. Depois tentou destruir de maneira violenta o político profissional que mais acreditou nele que foi o deputado Luciano Bivar. Até mesmo militares altivos, como o general Santos Cruz, homem lúcido e equilibrado, foi humilhado pelo presidente. Dizem que agora até o próprio general Luiz Eduardo Ramos Pereira já foi colocado na frigideira por Bolsonaro.
 
Ou seja, o trem está descarrilhando dentro dos próprios apoiadores de Bolsonaro. Tudo por conta única e exclusiva dele mesmo, o presidente. Cada dia são novos conflitos internos que se repetem. Isso tem gerado uma insegurança crescente dentro da cúpulas das Forças Armadas, que não tem confiança no equilíbrio e na capacidade de liderança de Bolsonaro.
 
Não podemos esquecer do vice-presidente Hamilton Mourão, general quatro estrelas, também foi perseguido pelo presidente e seu entorno. Mourão, dentro do seu preparo, se recolheu e fica no aguardo dos acontecimentos. Deixou de se movimentar com total liberdade, passou a se comportar com disciplina militar, mas é o substituto constitucional para qualquer eventualidade, inclusive de um possível afastamento de Bolsonaro.
 
Vale não esquecer que o general Mourão assumiu posições progressistas, tem simpatia de amplas parcelas da oposição e de todos os grupos bolsonaristas arrependidos, tanto políticos quanto empresários.

Certamente, entre os próprios militares ele goza do mais integral respeito. Dessa forma, segundo membros importantes do próprio governo e da oposição consideram que Mourão representa uma pacificação nacional, unindo civis e militares para enfrentar esse momento que se afigura como dramático.
 
Não podemos esquecer que Bolsonaro tem um entorno altamente tóxico em termos de gerar crises. Primeiro vem a família. O filho mais velho, senador Flávio, está envolvido num escândalo gigantesco que revela os vínculos profundos da família com as milícias e práticas crônicas de corrupção.

Ele então retirou do pai a autoridade moral para falar contra a corrupção. O segundo filho, o famoso Carluxo, é um dos grandes geradores de confusão, atacando tudo e todos, liderando as “milícias eletrônicas”. Já o terceiro então é o maior foco de problemas, desde que falou que para fechar o STF basta um cabo e um soldado, depois defendeu um novo AI 5 que fecharia o Congresso, fora outros absurdos delirantes.
 
Segundo quase todos ouvidos por este blogueiro, a maior força junto a Bolsonaro está exatamente na família. E aqui não se pode esquecer o mentor dos filhos: o “filósofo” e fazedor de horóscopos Olavo de Carvalho. A partir das diretrizes definidas no Estado de Virgínia, existe toda uma guerra contra as próprias Forças Armadas, as igrejas católica e neopentecostais e naturalmente a esquerda como um todo.
 
Ontem mesmo o famoso pastor Malafaia atacou Olavo dizendo que  “o ‘guru’ é um astrólogo idiota que traz problemas ao País ao invés de contribuir. O que esperar de um idiota? Idiotices!”. Ou seja, os evangélicos, grandes apoiadores de Bolsonaro, estão agora sofrendo ataques do “guru” da família presidencial, passando a assumir uma postura de crescente arrependimento por ter feito uma opção equivocada.
 
No núcleo central dos ataques entram as instituições que formam a base mesma de nossa estrutura constitucional: os outros dois poderes, o Legislativo e o Judiciário. Esses são foco permanente de ataques de Bolsonaro e dos membros da sua família. A famosa manifestação do dia 15 de março de 2020 tem como objetivo exatamente destruir esses dois pilares essenciais para a existência do chamado “estado democrático de direito”.

 Bolsonaro e sua trupe querem exatamente acabar com quem faz as leis (o Congresso) e quem as aplica (o Judiciário). Ou  seja, as lideranças com quem falamos em Brasília estão em estado de choque e alarme, pois o projeto em curso é de uma barbárie extrema. E no caso não seria propriamente um “ditadura militar” mas sim uma ditadura pessoal, como foi a de Getúlio Vargas.
 
Ocorre que as “elites” brasileiras estão acordando agora e vendo o comportamento altamente responsável e cuidadoso de nossos líderes no parlamento e no judiciário. Todos procuram evitar conflito, fogem da chamada à briga que Bolsonaro quase diariamente repete. Mas, se pergunta, até quando isso pode continuar?
 
Até quando as ameaças para destruir a imprensa livre, pilar central das liberdades civis, irão continuar? Ataques pessoais, morais, violentos, não só contra as instituições, a exemplo da Folha de São Paulo e da Rede Globo, mas também a jornalistas que são difamadas de forma criminosa e violenta. Essa perplexidade cresce a cada dia.
 
O mundo empresarial, quase sempre oportunista e dominado pela ganância, sobretudo os grandes bancos e os mega grupos empresariais, estavam celebrando e adorando Bolsonaro. Mas agora com o pibinho e as perspectivas de crise econômica grave, já estão revendo posições e buscando alternativas que melhor protejam os seus interesses mesquinhos.
 
Pelo quadro acima, Bolsonaro caminha para um isolamento crescente. Apenas os fanáticos irracionais é que insistem em apoiar essas verdadeiras alucinações macabras contra as liberdades. O presidente constrói, por ele mesmo, a sua derrocada.
 
Felizmente, conforme a maioria dos que ouvimos em Brasília, existe uma luz no final do túnel em favor das liberdades civis e pela manutenção do “estado democrático de direito". Confiam que há como se construir a união da esmagadora maioria dos congressistas, das principais lideranças militares da ativa, dos líderes do Judiciário, de parte lúcida do empresariado e da sociedade civil.
 

Em todo caso, existe o risco de grandes embates de rua, pois se pensa que Bolsonaro necessita do caos social e político para poder ainda tentar o “sonho” de instaurar um novo AI-5. Ainda bem que o Brasil não vai permitir a realização do que seria o mais tenebroso pesadelo.