As melhores marcas anunciam aqui

As melhores marcas anunciam aqui

sábado, 1 de junho de 2013

Em entrevista coletiva Diogo confirma o que nosso Blog tinha antecipado desde Segunda-Feira

Em coletiva na rádio Vale do Capibaribe durante o Programa Espaço Popular neste Sábado, o deputado estadual Diogo Moraes PSB confirmou sua adesão à campanha de Hilário Paulo PSDC a prefeito de Brejo da Madre de Deus, deixando a ver navios Roberto Asfora.


Diogo Moraes no programa Espaço Popular
Segundo Diogo Moraes, em dois encontros realizados com Roberto Asfora e outras lideranças brejenses (o primeiro em Caruaru e o segundo em Recife), ele falou que não subiria no mesmo palanque de Zé Augusto Maia PTB.

“Eu alertei, teve essa junção (confirmada no ultimo sábado (25) e não fui comunicado, não recebi um telefonema. Nisso, a gente sente que a escolha foi feita de José Augusto em detrimento a Diogo Moraes” disse durante a coletiva

Diogo destacou a importância de Edson Vieira prefeito de Santa Cruz, para construção da aliança com Hilário, e leu uma carta aberta ao povo do Brejo da Madre de Deus. 


Confiram a carta:

Carta aberta ao povo do Brejo da Madre de Deus

Acredito que caráter controla o destino do homem, então o meu destino político no Brejo da Madre de Deus está definido. Vou manter o meu caráter, minha coerência, meus princípios éticos e a mesma lealdade com que trilho minha vida pública. 
Portanto, não tenho condições éticas de subir no palanque ao lado de políticos que diariamente realizam ataques gratuitos e irresponsáveis, injúrias ao meu mandato parlamentar, ao meu partido, ao povo e ao governador do meu Estado. 
Não posso subir no palanque com políticos que se posicionam contra os avanços de Pernambuco.

Não posso subir no palanque com políticos que não reconhecem as ações que resultam no bem comum da nossa região. 
Não posso subir no palanque ao lado daqueles que fazem, e praticam a política mesquinha, do quanto pior melhor.
Não posso e não vou dividir o palanque com políticos que, declaradamente, fazem oposição sistemática e irresponsável ao governador Eduardo Campos, que está transformando Pernambuco, reconhecidamente avaliado como o melhor governador do Brasil.

Sou político por vocação. Sempre honrei todos os meus compromissos. Por isto mantenho até hoje a compreensão de que, ao final, o que fica e vale são as práticas, o caráter e a lealdade. Fui leal como poucos. Fui parceiro e amigo, mas não posso compreender que de uma hora pra outra, o atraso que nós combatemos transformou-se na solução para a vitória a qualquer custo. 

Sou político por convicção. Constituo alianças quando o interesse maior representa o povo. E é ao povo do Brejo da Madre de Deus que devo atenção, respeito, satisfação, cuidado e trabalho. 
Assim sendo, estou me aliando ao palanque que verdadeiramente apoia o projeto político e transformador corajosamente liderado pelo governador Eduardo Campos. Estou me aliando ao palanque que reconhece os avanços e as conquistas sociais e econômicas de Pernambuco. Estou subindo em um palanque que não admite os “conchavos” políticos e os acertos de última hora para chegar ao poder a qualquer custo. 

Após muita reflexão e orações ao lado de minha família, anuncio o meu apoio ao projeto político de Hilário Paulo e Maria José do Tambor. Essa dupla que tem a cara do povo. Que conhece de perto os anseios da nossa gente. Por que, só quem vive junto, é capaz de conhecer as dificuldades do dia-a-dia. Hilário e Maria José tem no olhar as raízes da honestidade, da humildade, da dedicação e do amor ao povo do Brejo. E o povo não se engana, sabe quem tá com ele. O povo é Hilário, e Hilário é o povo!

Estou reproduzindo neste instante o mesmo caminho que trilhei em 2012, quando celebrei a união vitoriosa com o prefeito Edson Vieira – em Santa Cruz do Capibaribe – onde juntos e com a força do povo combatemos e derrotamos o atraso. 

Assim como realizamos em Santa Cruz, estou pedindo ao povo do Brejo da Madre de Deus, a oportunidade de implantar o modelo de gestão eficiente, moderno, responsável e acima de tudo, preocupado em melhorar a vida das pessoas. Vamos às ruas, com fé, força, paz, amor e VITÓRIA. VITÓRIA. VITÓRIA Brejo da Madre de Deus.

Brejo da Madre de Deus, 01 de junho 2013

Diogo Moraes
Deputado Estadual

TRANSFORMARAM O BOLSA FAMÍLIA EM UM SÓRDIDO ESQUEMA DE COMPRA DE VOTOS

 
Com esse negócio de Bolsa Família, os petralhas fizeram com que o Brasil voltasse ao tempo em que os coronéis, e senhores de engenhos, com o sórdido artifício da venda de mantimentos através do "barracão", faziam com que os empregados, em função da dependência financeira, passassem a viver em condição análoga à escravidão. 

Será que a Justiça Eleitoral é cega o suficiente para não perceber que os petralhas de hoje, com esses artifícios de "esmolas oficiais", estão usando estratégias de dominação semelhantes aos que eram usados pelos coronéis do passado?

QUEM DISSE QUE O BRASIL NÃO ESTÁ PREPARADO PARA A COPA DAS CONFEDERAÇÕES?


Em matéria de "receptivo turístico", pelo menos, o evento será show de bola!

Alguém tem dúvida de que a “turistada” vai cair de...

Jornalista Melqui Lima divulga nota com relação a eleição do Brejo

Tenho adotado uma linha de comportamento diferente de toda a imprensa local e regional quando assumo minhas posições e declaro meu posicionamento político a cada pleito.
 
O deputado Diogo Moraes vem contando com meu apoio declarado há um tempo considerável e nessa nova empreitada em Brejo da Madre de Deus não será diferente. Seja qual for seu posicionamento em Brejo o deputado conta com meu total apoio enquanto pessoa, enquanto jornalista e enquanto radialista.
 
 Faço isso por entender que o homem deve ter a decência de se mostrar transparente em seus comportamentos. Diogo Moraes estou contigo.

Melqui Lima

Dia de festa para Sandro de afonço



Hoje o dia é de festa para nosso leitor e amigo Sandro de Afonso. Deixamos aqui o nosso abraço e um feliz aniversário.

Finger fica em Santa Cruz na avenida 29 de Dezembro ao lado da AABB


Prefeito parabeniza atleta santacruzense

 

Parabéns ao nosso campeão que mais uma vez levou o nome de Santa Cruz do Capibaribe ao pódio do Bicicross. Ele ficou em quinto lugar no Campeonato Pan-Americano e Sul-Americano realizado na Argentina. Tenho a maior satisfação, como prefeito, de incentivar nossos esportistas.

Edson Vieira - Prefeito
 

COLUNA: Olhar Crítico


Será que ainda dá tempo? 

Após passar a campanha de 2012 cuidando apenas de sua própria candidatura a prefeito da cidade de Santa Cruz do Capibaribe, o Dep. José Augusto Maia, esta semana definiu que subira no palanque de Roberto Asfora nas eleições suplementares de Brejo de Madre de Deus. Talvez agora o Deputado tenha percebido o tamanho do erro que cometeu ao se abster de apoiar qualquer grupo político nas eleições passadas, sob o argumento que precisava preservar o CONIAPE, consórcio que poucos meses depois ele simplesmente convidado a parar de dar opinião. 

Ao que nos parece Zé até agora percebeu que ao ser eleito deputado ele deixou de ser uma liderança local passando a ter um nome regional, e com isso ganhou novas atribuições e entre estas novas obrigações de liderança regional, esta de ter que dá suporte a grupos políticos em diversos municípios, nos que ele obteve votos e principalmente naqueles onde não foi tão bem votado assim. A este ato, dá-se o nome de ampliar bases eleitorais. Porem, não é o que vem fazendo o Zé, onde centra todas suas energias na política local de Santa Cruz, na verdade, é como se a prefeitura tivesse deixado Zé, mas Zé nunca deixou a prefeitura.

Não se posicionar, não ter subido em palanques nas eleições de 2012 poderá trazer enormes prejuízos eleitorais para o deputado. Zé se esqueceu de uma regra básica da política, que é: político tem que ter lado. Ao pensar neste artigo lembrei-me dos tempos de FAFICA, onde fiz o curso de História, e um dos primeiros livros que estudamos foi “O PRÍNCIPE” de Maquiavel, manual básico para qualquer um que pense em um dia entrar na política, neste livro lá no capitulo XXI O que convém a um príncipe para ser estimado, diz Maquiavel: “Um príncipe é estimado, ainda, quando verdadeiro amigo e vero inimigo, isto é, quando sem qualquer consideração se revela em favor de um, contra outro.” mais para frente no mesmo parágrafo segue Maquiavel “... o vencedor não quer amigos suspeitos ou que não o ajudem nas adversidades; quem perde não te recebe por não teres querido correr a sua sorte de armas em punho.” Em suma, em 1532, Maquiavel já dizia que político tem que ter lado. 

O que ninguém imaginava era que com sua subida no palanque de Asfora, outra liderança regional, o Deputado Diogo Morais, trocaria o seu apoio. Em 2012 com toda força, gás e garra Diogo esteve com Asfora, agora ao que tudo indica Diogo mudará de palanque, e chega talvez com mais garra e com uma sede maior ainda no palanque de Hilário. 

Se Roberto Asfora fez a escolha correta só saberemos daqui a 37 dias. Quanto à Zé, se não subir em palanques nem ampliar suas bases, será um empecilho a sua reeleição,isto só ano que vem. O fato concreto é que é impossível agradar a todos como Zé tentou fazer, e tenta enveredar por este caminho acaba obtendo resultado inverso e desagradando gregos e troianos. 

Por fim peço profundas desculpas se por acaso feri e/ou magoei alguém, não era essa minha intenção. Um abraço a todos.

Léo Lima
fotógrafo

*As colunas assinadas não refletem, necessariamente, a opinião do blog,
sendo as opiniões expressadas, de total responsabilidade dos colunistas.

O amigo do povo de Pernambuco


Lazim responde Zé sobre o CONIAPE

“O povo sabe quem trabalha e não perdoa os enganadores. A prova disso está nas urnas”, afirma Evilásio em resposta a José Augusto Maia


Foto: Thonny Hill (arquivo).


Em entrevista concedida nas rádios Vale AM e Farol FM, o prefeito de Taquaritinga Evilásio Araújo (PSB) falou sobre as declarações dadas pelo deputado federal José Augusto Maia (PTB) em relação ao Consórcio Público Intermunicipal do Agreste Pernambucano e Fronteiras (Coniape), do qual Evilásio é presidente.

Na entrevista concedida na Rádio Comunidade FM, o deputado afirmou que os prefeitos que integram o Consórcio “são inimigos do povo” e destacou que o primeiro município que tem que sair da lista de impedidos do Cadastro Único de Convênios com a União (CALC) é Taquaritinga do Norte.

Segundo o deputado, recursos vindos da esfera federal não poderiam ser aplicados sem que estas prefeituras estivessem em dia com o cadastro. Na entrevista, Evilásio relatou que não iria perder tempo com as críticas feitas por José Augusto, que pegou o Coniape desestruturado e ainda disparou:

“O povo sabe quem trabalha e não perdoa os enganadores. A prova disso está nas urnas”, afirma Evilásio em resposta a José Augusto Maia”.

Do Blog de Ney Lima

PREFEITURA DE BREJO APRESENTA MAIS DUAS MAQUINAS QUE SERVIRÃO A POPULAÇÃO

A Prefeitura Municipal de Brejo da Madre de Deus apresentou em São Domingos distrito de Brejo da Madre de Deus, como também nas outras localidades que integram o município, os novos veículos conquistados para servir a população da cidade.
 
 Os novos tratores, sendo uma retro escavadeira e uma patrol, chega em boa hora, quando iram fortalecer a frota de veículos da Prefeitura, que terá mais facilidade de cuidar das estradas que compõem a zona rural do município.

sexta-feira, 31 de maio de 2013

Amanhã no programa Espaço Popular, a partir das 11 horas da manhã, o deputado Diogo Moraes vai finalmente relatar sua posição em relação a eleição no Brejo


Neste sábado (01) no Espaço Popular, o deputado Diogo Moraes vai relatar sua posição na eleição complementar do b
Brejo. Toda imprensa estará presente. 

O Espaço Popular vai ai AR todos os Sábados de 10 horas da manhã ao meio dia, e é transmitido pela Taquaritinga FM e pela Vale do Capibaribe AM. 

INÍCIO DO OUTRO LADO DO ESCURO: Nova coluna de M M aborda a política com bom humor


Nem só a vaca foi para o Brejo
Já se foi o tempo em que apenas a vaca ia para o Brejo. Agora a classe “P” de Santa Cruz do Capibaribe junta os mijados e parte para a Terra de Zé Inácio para se meter na política local.
Zé demorou muito em cima do muro e o muro foi ficando estreito até que ele vestiu a camisa amarela de Betão e chegou a desfilar em São Domingos. Um carro com som alternava músicas do “Amarelo” e o “Vermelho” com o próprio Zé cantando ao lado de Geraldinho Lins em gravação que o povo já enjoou em Santa Cruz.
Peraí... Vermelho com amarelo formam que cor?
O Menino Edin declarou de cara seu apoio ao baixinho Hilariê e vestiu São Domingos de Azul. Edin aprendeu a fazer política e faz tempo! O menino cresceu e teve muita gente que não viu, né Zé? Pense num cabra sabido ficou ele, em menos de 4 meses conseguiu um cheque assinado em branco por seus 10 vereadores. Pode fazer o que quiser a partir de agora. A onda agora não é Camaro nem BMW... a onda agora é KMC.
E Diogão? Este se encontrou com a Senhora de Engenho e fez uma convenção com Betão de abalar as estruturas do Brejo. Mas não segurou o ciúme ao ver Betão com Zé pra cima e pra baixo de mãos dadas. Agora vai decidir se troca amor velho por amor novo em Brejo. Dizem que está muito revoltado e que vai se juntar a caravana de Edin e Hilariê para acabar a lua de mel política dos dois.
Mas vamos falar de mim. Num é que me passaram a perna novamente. Além de ter tido o apartamento invadido e objetos roubados, me deixando da pindaíba de sempre, fiquei sem fazer um 1 programa por dia.
Explico: É que sou um coroa de programa. Isto mesmo! Fazia três programas de rádio por dia, mas me passaram a perna e agora só faço dois: um na Filadélfia FM e outro na Polo FM. Como diz o velho deitado “Quem tem besta, não compra cavalo”. E o prometido programa na polo? Dancei, pensava que fosse ter um programa pra chamar de meu. “Ô coisa bem empregada”.    
Lembrei-me de minha saudosa mãe: “Cuidado meu filho, quem muito se abaixa... acabo mostrando os fundos da calça” ou “Me diga com quem andas que direi quem tu és”.
Um abraço por traz!
M.M. do Blog Sulanca News

Terceira "Marcha das Vadias" no Recife: exigência do fim da violência contra a mulher

As mulheres continuam sofrendo todo tipo de violência física e psicológica. Um cardápio que inclui humilhação, estupro e assassinatos. O estado de Pernambuco, como um todo, com destaque para o Recife, amarga alguns índices recordes vexatórios e crescentes de violência contra as mulheres. O movimento “Marcha das Vadias” serve para denunciar e fazer refletir sobre essa barbárie.
Foto: Nathalia Verony /Flickr

Imagens da “Marcha das Vadias“ no Recife, 25 de maio de 2013



Duas mil pessoas participaram da terceira edição da "Marcha das Vadias"no Recife, que saíram às ruas da cidade, na tarde deste sábado (25), para pedir respeito e defesa às mulheres e denunciar a violência sexual. O evento acontece simultaneamente em outras capitais brasileiras, como São Paulo e Belo Horizonte.

Quase sempre organizada pelas redes sociais, este ano a marcha do Recife contou com diversos debates preparatórios. No Facebook, o evento da Marcha das Vadias contou com quase 2.600 confirmações.
Foto: Mark Blinch/ Reuters

COMEÇO DE TUDO – Multidão participando da primeira Marcha das Vadias (Slutwalk) em Toronto, Canadá, 3 de abril de 2011


O Movimento Slutwalk, vertido para "Marcha das Vadias", no Brasil, surgiu no Canadá, no início de 2011. Na época, diversos casos de abuso sexual em mulheres estavam acontecendo na Universidade de Toronto. Convidado o policial Michael Sanguinetti fez uma palestra sobre segurança pessoal no campus de faculdade de direito, em Toronto, entre as recomendações ele disse que "As mulheres deveriam evitar se vestir como vadias para não serem vítimas”.

A frase, mal posta, levou milhares de mulheres às ruas de todo o mundo protestarem contra a crença de que 'as mulheres facilitam, pedem ou contribuem para serem estupradas' ou qualquer outro tipo de violência.
No Recife, nesta ano, a caminhada saiu da Praça do Derby e seguiu pela avenida Conde da Boa Vista, na região central da capital. A manifestação começou às 14h e terminou, quase três horas depois, na Praça da Independência.

Uma fileira interminável de cartazes propagava a luta pela desconstrução de valores machistas impostos pela sociedade. Mulheres, crianças, homens, pais e filhos desfilaram pelas Avenidas Conde da Boa Vista e Guararapes com os dizeres de alerta. "É uma celebração triste; estamos reinvindicando para que não haja violência, mas a sociedade ainda não entende", comenta Késia Salgado, uma das organizadoras do evento.

Durante a concentração e pelo percurso, várias intervenções artísticas de grupos que apoiam a causa. Nas performances, direito a mulheres nuas ou com poucas peças de roupas para desconstruir a visão do 'sexo frágil' ou a crença de que as mulheres pedem para ser estupradas. "A marcha vem para mostrar que as mulheres não ficarão mais caladas, que a impunidade não vai acontecer; vivemos uma epidemia e a sociedade tem que se reeducar", ressaltava Késia.

Já no final da marcha, na Praça da Independência, o grupo abriu espaço para os depoimentos. Com megafones, mulheres vítimas de agressões compartilharam com os presentes suas experiências. De acordo com a organização, a marcha ganhou mais seguidores neste ano.

Apesar de todos os movimentos e reações da sociedade, continua a crença de que uma mulher vestida de forma mais provocante, está pedindo para ser estuprada. O comentário do policial canadense está na cabeça das autoridades e da sociedade estereotipada.

As vítimas de estupro, ao responderem o questionário policilial, no momento da queixa, são sempre interrogadas, como se tivessem culpa do que aconteceu, pergunta-se sempre, o que estava vestindo? Por que estava aquela hora naquele local? Por que estava sozinha? A quanto tempo não fazia sexo, quantos parceiros já teve, se tem alugum relacionamento fixo? Etc.
Foto: Nathalia Verony /Flickr

Imagens da “Marcha das Vadias“ no Recife, 25 de maio de 2013
Não fica descartada a insinuação de sensualidade e permissão incial mesmo quando se tratada de crianças e tenras adolescentes. As respostas das vítimas, sob forte emoção e na maioria das vezes conduzidas pelo interrogador preconceituoso, são sempre valiosos trufos "muito bem usadas" pelos advogados dos estrupadores, alegando as circunstancias provocadas pela vítima.

A concepção geral é como se houvesse uma tentação irressitivel, ao homem pedrador, diante da mulher de roupas atraentes, circulando fragilisada e sozinha por locais com pouco frequencia.

A violência fisica, desfiguração e até a morte ocorrem com uma frenquencia insuportável, por homens que se voltam contra as mulheres que não querem continuar um relacionamento, principalmente, se elas inciam um novo.

Para alguns o fato é agravado, com a persepção de que a mulher pertence ao homem, como uma propriedade privada. "Se não vai ser mais minha, não será de mais ninguém" dizem os assassinos de mulheres enciumados, por terem sido rejeitados pelas mulheres.

Lembrar que até os anos 60, do século passado, os tribunais ainda aceitavam com "legítima defesa da honra", argumento para justificar, abrandar as penas, ou inocentar os homens que matavam as mulheres que o traíssem.
Foto: Nathalia Verony /Flickr

Imagens da “Marcha das Vadias“ no Recife, 25 de maio de 2013
De janeiro a dezembro de 2012, a Central de Atendimento à Mulher Nacional (Ligue 180) contabilizou 732.468 registros, sendo 88.685 relatos de violência. Isso significa que, a cada hora, dez mulheres foram vítimas de maus tratos ao longo do ano passado.

As denúncias de violência contra a mulher cresceram 46% em 2012. Segundo dados do Disque-Denúncia Pernambuco, foram 866 ligações ao longo do ano passado, frente a 593 em 2011. Na maioria dos casos, o agressor é o próprio marido e o crime ocorre no ambiente doméstico.

Nos últimos 12 anos, já foram mais de 6.500 denúncias, que vão deste agressão verbal, física até cárcere privado e abuso sexual. Um crescimento de informações não quer dizer obrigatoriamente maior violência. O fato é que muitas mulheres não estão mais aceitando caladas as situações em que sofrem algum tipo de agressão”, explica a superintendente do Disque-Denúncia penambucano, Carmela Galindo.

Todo e qualquer tipo de violência contra a mulher deve ser denunciado. Até mesmo um simples empurrão pode dar indícios de que a violência possa chegar a uma ocorrência mais grave, como o homicídio. Por isso é fundamental fazer a denúncia ainda na primeira vez em que existir esse desrespeito.
Foto: Nathalia Verony /Flickr

Imagens da “Marcha das Vadias“ no Recife, 25 de maio de 2013
Desde 2006 está em vigor a Lei Maria da Penha, que prevê três anos de prisão para o agressor, impossibilitou o cumprimento de penas alternativas e permitiu o decreto de prisão preventiva. Já em 2012, uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) passou a permitir que o acusado seja denunciado pelo Ministério Público mesmo que a mulher não apresente queixa.

“Mesmo assim, por se tratar de um crime cometido no ambiente doméstico, a maior dificuldade ainda é o registro da queixa. Por isso é importante a existência de canais, como o Disque-Denúncia, para o registro anônimo. Mesmo pelo site conseguimos preservar a identidade do denunciante”, lembra a superintendente da entidade.

As denúncias podem ser realizadas pelo site www.disquedenunciape.com.br, com o envio de fotos e vídeos. Por telefone, é possível entrar em contato através do 3421-9595, na Região Metropolitana do Recife e Zona da Mata Norte, ou pelo (81) 3719-4545, no interior do estado. O anonimato é garantido.

Apesar de debochado, por vezes, apelativo o movimento merece respeito e atenção. Ao lado, em cima, em baixo da mulher, observando, ou sendo observado, “thepassiranews”, defende, apoia e participa da “Marcha das Vadias”, com se vadia fosse.
Foto: Nathalia Verony /Flickr

Imagens da “Marcha das Vadias“ no Recife, 25 de maio de 2013



Comentário de nosso Blog: É melhor que parada guêi...

O Mar de lama safadeza e trairagem que virou o PT, depois de mais de uma década no poder

A CARTA DE HUMILHAÇÃO SUPLICY





São Paulo, 6 de maio de 2013

Caro presidente Luiz Inácio Lula da Silva:

Sempre teríamos na transparência de nossos atos e na ética na vida política os valores fundamentais do PT, foi o que muitas vezes ouvi de você. Nesses 33 anos de militância honrei esses valores e objetivos.

Quero lhe transmitir pessoalmente a minha disposição de ser candidato ao Senado em 2014 e naquela casa continuar a honrar o PT. Tenho procurado marcar um encontro pessoal, há meses, mas por alguma razão tem sido sempre adiado.

Gostaria de relembrar que, em 2011, quando éramos cinco os pré-candidatos a prefeito de São Paulo, você convocou os demais para dialogarem com você no Instituto Lula para que desistissem em favor de Fernando Haddad. Imagino que tenha avaliado que não precisava conversar comigo.

Há cerca de duas semanas, conforme soube pela imprensa, houve reunião no Instituto Lula. em que estiveram presentes os presidentes nacional e estadual. Rui Falcão e Edinho Silva, outros importantes dirigentes e pelo menos oito prefeitos do PT. Não fui convidado, embora ali tenha se discutido a campanha de 2014, os procedimentos para a escolha de nosso candidato ao governo de São Paulo, ao Senado e possíveis coligações. Segundo o divulgado, os presentes teriam solicitado à direção organizar uma pesquisa de opinião para saber qual o candidato a governador mais viável. Ademais, cogitou-se a possibilidade de que eu pudesse ser candidato a deputado federal para fortalecer a legenda do PT, com a informação de que caberia a você convencer-me desta alternativa.

Considero justo que o PT me aponte como candidato ao Senado. Por uma questão de respeito à minha contribuição para o PT desde a fundação e também por ter sido eleito por votações cada vez maiores para o Senado, em 1990 com 4 229 706 milhões de votos, 30%; em 1998 com 6718463,43,07%; em 2006, com 8986803 votos, 47,82%.

Poderemos fazer uma prévia aberta a todos os filiados e eleitores interessados em participar como mais e mais se faz em todos os países democráticos. Lembro que José Dirceu certa vez defendeu que nossas prévias deveriam ser abertas a todos os eleitores.

Há apenas uma hipótese de eu abrir mão de disputar o Senado em 2014: caso você queira disputar. Por respeito aos seus oito anos como Presidente da República, por já ter disputado uma prévia com você em 2002 e você ter ganho por larga margem.

Sempre observei que você acompanhou com grande interesse tudo o que se passa ali, pois sempre comentou conosco que costumava assistir à TV Senado. Acredito que considere algo positivo tornar-se Senador.

Eduardo Matarazzo Suplicy

O Piscineiro



A maldição da Fonte Nova, o desabamento do ufanismo e a desmoralização da caxirola

“É um perigo debochar dos orixás da Bahia, confirma a maldição da Fonte Nova. Dilma Rousseff desafiou os deuses do candomblé...”
Foto: Fernando Bizerra Jr./EFE

GAROTA PROPAGANDA - Dilma segura feliz as caxirolas de Carlinhos Brown

Nos palavrórios que festejam a inauguração de estádios que não ficaram prontos, Dilma Rousseff espanca a verdade com a mesma lenga-lenga: o Brasil Maravilha está mostrando aos eternos pessimistas, todos loiros de olhos azuis, que cumpre o que promete, faz o impossível, acelera na hora certa e por tudo isso, como avisou o padrinho Lula, vai matar a Argentina de inveja com a Copa de 2014.

Em 5 de abril a discurseira ufanista se repetiu na Arena Fonte Nova, em Salvador, reconstruída com milhões de reais tungados dos brasileiros que pagam impostos.

Nesta segunda-feira, o desabamento da parte da cobertura do estádio na Bahia ─ um dos tantos monumentos à gastança concebido pelos arquitetos da Copa da Roubalheira ─ desmontou a farsa. Quem acreditou em Dilma dormiu sonhando com a oitava maravilha do mundo. Acordou com o barulho do teto que não resistiu ao primeiro temporal. Melhor que a presidente se recolha ao silêncio por alguns dias. Enquanto faz de conta que só conhece as velhas fontes de Roma que viu na visita ao Papa, Dilma talvez aprenda onde fica o gol. A diferença entre o pau de escanteio e o bandeirinha pode ficar para depois.

É um perigo debochar dos orixás da Bahia, confirma a maldição da Fonte Nova. Dilma Rousseff desafiou os deuses do candomblé durante a cerimônia no Palácio do Planalto que, em 23 de abril, promoveu a caxirola a símbolo da Copa do Mundo e Carlinhos Brown a gênio da raça. “O Carlinhos não disse, mas ele me falou que a caxirola também tem um sentido transcendental de cura, de enfim, de paz com o mundo, de estar, de fato em sintonia com a natureza e com todos os orixás”, desandou a presidente.

Decidida a enxergar a pátria em forma de chocalho no que nunca passou de um caxixi pintado de verde e amarelo, Dilma envolveu as poderosas entidades numa tapeação de quinta categoria. Está pagando caro pela heresia. Em 28 de abril, uma chuva de caxirolas no gramado da Fonte Nova demonstrou que Carlinhos Brown inventara uma arma. Nesta segunda-feira, as retaliações se intensificaram: num mesmo dia, a caxirola foi expulsa da Copa das Confederações e a cobertura do estádio desabou.

A presidente que mantenha distância da Fonte Nova: pelo jeito, orixás não admitem ser reduzidos em dilmês de boleiro a avalistas de lucrativas vigarices.
Foto Leogump Carvalho/Estadão

PERIGOSAS- A estreia das caxirolas de Carlinhos Brown na Arena Fonte Nova, foi a primeira e única aparição oficial – arremessada pela torcida, como pequenas granadas de mão, foi abolida em seguida pela FIFA e CBF dos estádios

Foto: Edson Ruiz/Estadão

FRACASSO MONUMENTAL - Carlinhos Brown, que esperava ganhar milhões de reais em royalties, acabou como infeliz proprietário de milhões de caxirolas encalhadas


Por Augusto Nunes

Em Junho, em Pão de Açúcar


VAI COMEÇAR A MAIOR OBRA HÍDRICA DO AGRESTE, E SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE ESTA INSERIDA

O governador Eduardo Campos assina na próxima terça-feira, dia 4 de junho, a ordem de serviço para início das obras da Adutora do Agreste. O ato será realizado em Pesqueira, às 15h, no Hotel Estação Cruzeiro, com a presença de prefeitos, secretários, vereadores e outras autoridades.

A construção dessa Adutora é um sonho que começou a ser idealizado ainda no século XIX. Começa a virar realidade agora graças a determinação do governador Eduardo Campos, que tem o apoio do Governo Federal e recursos do PAC para concretizar o projeto.

A obra irá beneficiar mais de 60 municípios do Agreste, que irão receber água do Rio São Francisco através de um sistema de tubos, canais e túneis numa extensão de mais de 700 km. Na Adutora do Agreste será investido mais de R$ 1 bilhão. Só na primeira etapa ou lote, que será iniciado nos próximos dias, após a ordem de serviços, serão cerca de R$ 360 milhões.

Dentre as cidades beneficiadas pela obra estão Caruaru, Pesqueira, Belo Jardim, Bezerros, Angelim, Capoeiras,  Correntes, Brejão, Terezinha, Bom Conselho, Caetés, Canhotinho, Arcoverde,  Gravatá, Garanhuns, Lajedo,  Lagoa do Ouro, Paranatama, Santa Cruz do Capibaribe, Venturosa, Águas Belas, Jupi e São Bento do Una.

Vem ai, o melhor arraial do pólo de confecções


Túnel do tempo

 
Na foto: Davi, Maurício Sobrinho, Roberval da Makital, e o folclórico Jhonson o popular gordinho de piaba.
A foto foi enviada por Claudio Higino, que não relatou o ano da foto, se é da campanha de 96, ou da campanha de 2000. Se você tem uma foto antiga, e quer vê-la postada em nosso Blog, é só enviar para: juniorjornalista25@hotmail.com

Zé augusto afirma que Taquaritinga esta no CALC

“Eles são inimigos do povo”, diz José Augusto sobre prefeitos do Coniape

 O deputado federal José Augusto Maia (PTB-PE), falou hoje (31), na Rádio Comunidade FM, sobre o Consórcio Público Intermunicipal do Agreste Pernambucano e Fronteiras (Coniape), defendeu que é um projeto piloto, aceito pela Casa Civil e já teve o dinheiro liberado, porém, os municípios precisam estar limpos no Cadastro Único de Convênios com a União (CALC) para utilização da verba.

José Augusto frisou que não é inimigo dos prefeitos do consórcio, mas que eles são inimigos do povo. Enfatizando que trouxe para Santa Cruz do Capibaribe toda a sua equipe para tirar os municípios do CALC e que, estranhamente, Santa Cruz saiu no dia 28 de dezembro e voltou a constar na lista no dia 31 de dezembro.

O deputado disse ainda que passou mais de um ano tentando aprovar o projeto que já deveria estar funcionando com usina asfáltica, maquinas para perfurar poço artesianos e fazer estradas, além de 08 caminhões.

“Eu estou falando hoje porque vocês estão falando aí, porque eu não gosto de fala sobre isso, me dói”, disse Zé Augusto, ressaltando que está tentando reorganizar o projeto de outra forma, exigindo que as prefeituras estejam limpas no CALC e que, aquelas que não quiserem cumprir suas obrigações sairão do consórcio, já que se a verba for enviada, em torno de R$ 5 milhões, e os municípios estejam sujos no Cadastro o dinheiro volta e não pode mias ser utilizado na região.

José Augusto disse ainda que o primeiro município que tem que sair da lista de impedidos do CALC é Taquaritinga do Norte, já que o prefeito daquela cidade é o presidente do Coniape. “Não estão querendo que as máquinas venham para Santa Cruz do Capibaribe”, alfinetou.
 
 
O deputado disse ainda que a agência do INSS de Santa Cruz do Capibaribe tem a verba liberada e será construída.
 
Do Blog de Ney Lima
 
*OBS.:Acrescentamos novo título a matéria

Rádio Comunidade FM tem estréia NESTA SEGUNDA FEIRA

Estréia dia 03 de junho na Rádio Comunidade FM, o programa Bom Dia Comunidade.

Apresentado por Sílvio José e Nedja Alves, o Bom Dia Comunidade traz mensagem, músicas, notícias da cidade, da região e do Brasil, enquetes e a participação do jornalista e colunista da Rede Globo, Alexandre Garcia, direto de Brasília, comentando os principais fatos da política nacional. 

BOM DIA COMUNIDADE ÀS 8:00 DA MANHÃ NA RÁDIO COMUNIDADE FM



A as novidades não param por ai. O Espaço Aberto continuará no comando de Silvio José e Nedja Alves, mas virá com uma nova roupagem a partir desta segunda-feira dia 03 onde teremos dicas , informações, humor , entrevistas e um espaço voltado para o nosso ouvinte onde poderão ser tiradas dúvidas relacionadas a qualquer segmento  e  reclamações poderão ser feitas assim como as autoridades estarão prontas para responder ao nosso repórter Fernando Lagosta.

Portanto, nesta segunda feira já poderemos conferir "parte" da NOVA PROGRAMAÇÃO DA RÁDIO COMUNIDADE FM.
 
 
Do Blog de Nedja Alves
 
 

Prefeitura de Santa Cruz reforma praça do estudante

A reforma do piso da praça do estudante, localizada na Avenida 29 de Dezembro, está concluída. A obra faz parte do projeto de humanização dos espaços públicos da cidade.
 
Na reforma, foi feito serviço de recuperação do piso, para maiores acomodações dos que a utilizam  para prática de esportes e outros eventos. A praça é um local de passagem para quem quer cruzar a cidade, além de servir de palco para  vários eventos culturais.
 
A reforma foi realizada pela prefeitura através da secretaria de serviços públicos, para melhor receber os eventos lá realizados, entre os principais na área de cultura, que vem sendo muito elogiada pela população de Santa Cruz.


Acessem também, o Blog de Nedja Alves

http://locutoranedjaalves.blogspot.com.br/




EMANCIPAR DISTRITOS É SOLUÇÃO NÃO É PROBLEMA


O PROGRAMA BOM DIA BRASIL DA REDE GLOBO DE TELEVISÃO DESTE DIA 30 DE MAIO, apresentado pelos jornalistas Renata e Márcio, levou ao ar uma matéria sobre emancipação de distritos, falando sobre o PLP 416, que irá para votação no próximo dia 04 de junho na Câmara Federal, a matéria teve a participação ainda, das jornalistas Giuliana Morrone e Heloisa Torres.
A matéria demonstra que a GLOBO é preconceituosa e tendenciosa, no tocante as emancipações, além de desinformada sobre o contexto geral das formalidades e dos benefícios, que as emancipações trarão para os distritos, municípios,  para os Estados e para o Brasil.
 
A GLOBO ainda colocou no ar um Economista de nome José  Matias Pereira, com um currículo extraordinário, mas que certamente, não teve como os demais envolvidos na reportagem, não tiveram, de morar em um distrito ou na zona rural de algum lugar deste imenso país, pois demonstra a matéria, desconhecimento sobre a vida das pessoas dos "grotões" do Brasil, que precisam de melhorias, que, sem dúvida, virão com  transformações de distritos em municípios.
 
Certamente os jornalistas da GLOBO, que estão entre os melhores salários do Brasil, moram em Capitais e em bairros de luxo, neste país ou fora deles.Como contraponto a GLOBO entrevistou o Deputado Federal José Augusto  Maia que defendeu, em míseros 12 segundos, as emancipações, foi o único ponto elogiável.
 
A SEGUIR ANALISAREI A MATÉRIA:
 
A GLOBO
 
 "As cidades criadas na última década enfrentam uma situação ainda pior. Falta hospital, creche, dinheiro para fechar as contas. E agora, um projeto de lei quer devolver às assembléias legislativas o poder de criar novos municípios."
JÂNIO:
Não é verdade que as cidades enfrentam uma situação pior, pois nenhuma cidade até hoje, quis, ou a sua população se manifestou de qualquer forma, desejando voltar a ser distrito. É Balela. Falta  hospital  e creche, em praticamente todos os municípios deste país, não é privilégio de distritos que têm condições de  emancipar-se.
 
 A GLOBO:
O risco é a volta da fábrica de municípios. Novas prefeituras sem a menor condição de se manter sem a ajuda dos cofres públicos estaduais e federal. Exatamente para evitar a criação indiscriminada de municípios, houve uma mudança na Constituição. 
JÂNIO:
A reportagem demonstra que não conhece o projeto (PLP 416), pois a fábrica que já existiu no Brasil, não tem a mínima possibilidade de acontecer pós aprovação do projeto, pois ele amarra critérios, que os Estados não poderão sair deles, ou desobedecer a Lei, entre os quais, um estudo de viabilidade e o número de habitantes por região.  
 
 A GLOBO:
Muitos vêm sendo criados sem infra-estrutura. É o que mostra uma pesquisa da Firjan, a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro. Segundo o estudo, as 54 cidades emancipadas de 2001 a 2010 não foram capazes de gerar renda suficiente para financiar os gastos e muitos para sobreviver, acabam dependendo do Fundo de Participação dos Municípios, dinheiro da União.
JÂNIO: 
Infra-estrutura, falta em quase todas as cidades deste país, falta no Rio de Janeiro, nas periferias de São Paulo, Brasília, Recife, e também nos distritos que serão emancipados, esta é uma realidade do Brasil, e não pode ser justificativa para NÃO emancipar.  Dizer que o FPM É um dinheiro da União, é desconhecer que cabe ao Governo Federal, arrecadar uma imensidão de impostos, porém apenas  dois tributos, ela é obrigada a distribuir dentro de critérios meramente populacionais, a ínfima quantia de 22.5 % do IR e do IPI.
Quem paga IR e IPI,são contribuintes que moram nos municípios, o Governo Federal é apenas o arrecadador e para isso, fica com a grande parte do Bolo da Arrecadação, o que convenhamos é uma grande injustiça.
 
VEJA COMO SE DAR A ARRECADAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DO PORTAL FAMUP:
 "O Fundo de Participação dos Municípios é uma transferência constitucional (CF, Art. 159, I, b), composto de 22,5% da arrecadação do Imposto de Renda e do Imposto sobre Produtos Industrializados. A distribuição dos recursos aos Municípios é feita de acordo com o número de habitantes. São fixadas faixas populacionais, cabendo a cada uma delas um coeficiente individual. O mínimo é de 0,6 para Municípios com até 10.188 habitantes, e, o máximo é 4,0 para aqueles acima 156 mil. Os critérios atualmente utilizados para o cálculo dos coeficientes de participação dos Municípios estão baseados na Lei n.º. 5.172/66 (Código Tributário Nacional) e no Decreto-Lei N.º 1.881/81. Do total de recursos 10% são destinados aos Municípios das capitais, 86,4% para os demais Municípios e 3,6% para o fundo de reserva a que fazem jus os Municípios com população superior a 142.633 habitantes (coeficiente de 3.8), excluídas as capitais.
Do portal FAMUP".
 A GLOBO:
 
 Para conter os excessos, em 1996 foi aprovada uma emenda à Constituição que exigiu uma lei federal para regular a criação das novas cidades. O que o Congresso discute agora é devolver às assembléias o poder de decisão. O projeto está pronto para ser votado no plenário da Câmara.
JÂNIO:
Qual a razão de ser contra os Estados decidirem sobre as emancipações? Agora com critérios já estabelecidos, em Lei Federal, diferente da farra do passado quando cada Estado estabelecia os seus próprios critérios, aí sim, concordamos não era justo. Estados como São Paulo, Paraná, Minas Gerais, entre outros, fizeram emancipação "a toque de caixa", diferentemente de Pernambuco que foi sempre criterioso com as emancipações. É fácil de entender, é só ver o número de municípios com menos de 5.000 habitantes nos Estados citados e ver o número em Pernambuco.
A GLOBO:
 
Pelo projeto a criação dependerá de um estudo de viabilidade, de um plebiscito e de população mínima que varia entre as regiões.
O que foi dito no final da matéria: "Emancipar implica em custos e mais emprego público e todos nós pagamos a conta. Os municípios  separam-se mas os antigos pagam a conta."
 JÂNIO: 
 
 
É evidente que tudo tem seu custo, porém a GLOBO, não fez uma avaliação da relação custo/benefício que as emancipações trazem para os distritos e os municípios remanescentes, que têm suas receitas diminuídas, mas têm também, suas despesas subtraídas, pois ficam com menos habitantes, menos área territorial etc.
Emancipar é um ato de prática da democracia, é dar cidadania a muitas pessoas que vivem em estado de inferioridade àquelas que vivem nas cidades, é evitar o êxodo. Emancipar não é um PROBLEMA mas sim uma SOLUÇÃO, para muitos brasileiros que vivem a margem do desenvolvimento. 
A questão de receita para os municípios, passa obrigatoriamente  por uma nova POLÍTICA DE DISTRIBUIÇÃO DE RENDA  e por um novo PACTO FEDERATIVO. 
 
Jânio Arruda da Silva
Ex-Prefeito de Taquaritinga do Norte 
Ex-Presidente da AMUPE
Ex-Presidente da AMPTUR
Atual Vereador de Taquaritinga do Norte - PERNAMBUCO

Como nosso Blog havia afirmado segunda-feira, confirmado, Diogo esta com Hilário

Como havíamos antecipados segunda feira-passada, o deputado estadual Diogo Moraes (PSB), declarou nesta Sexta-Feira (31) apoio ao candidato Hilário, rompendo uma ligação de mais de dois anos com Roberto Asfora.
 
Diogo agora alia-se ao prefeito de Santa Cruz, Edson Vieira, que deve ter feita a ponte para a nova versão do EU PULEI, agora em Brejo da Madre de Deus.

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Programação do São João da Moda 2013 em Santa Cruz do Capibaribe


Confiram as atrações:

Quarta-feira (12 de junho):
 Orquestra Sanfônica de 8 Baixos, Bidinga e Garota Safada; 

Sexta-feira (14 de junho): Davi Magnata e Forró na Base; 

Sábado (15 de junho): Escorpiões do Forró, Fuleirões do Forró e Cavaleiros do Forró; 

Domingo (16 de junho): Toinho Catanha, Forró do Muído e Dida de Nan; 

Sexta-feira (21 de junho): 100% Forró, Francisco Caldas e Forró na Mídia; 

Sábado (22 de junho): Garota Dengosa, Leozinho Fernandes e Jorge de Altinho; 

Domingo (23 de junho): Toinho Catanha, Biginga, Amazan e Forró da Pegação; 

Segunda-feira (24 de junho): Forró Zero Bala, César Menotti e Fabiano e Forró do Kilo; 

Sexta-feira (28 de junho): Rubienio Catanha, Tomé Forró e Magníficos; 

Sábado (29 de junho): Adriano Marley, Forró dos Firmas e Gabriel Diniz.