As melhores marcas anunciam aqui

As melhores marcas anunciam aqui

sábado, 16 de agosto de 2014

CLEITON BARBOSA REÚNE EMPRESÁRIOS PARA APRESENTAR PROPOSTAS E CONCORRER A ELEIÇÃO DO MODA CENTER

 O empresário Cleiton Barbosa pré-candidato a sindico do Moda Center Santa Cruz, reuniu na noite da última quarta-feira (13), vários empresários/confeccionistas para apresentar suas propostas e também adesões em prol de seu projeto, como também alguns membro que farão parte de sua chapa na disputa pela direção do maior parque de confecções da América Latina.
 O evento aconteceu em um restaurante localizado em Santa Cruz do Capibaribe e contou com a presença de comerciantes de toda região.
 Em conversa com a reportagem do Agreste Notícia, o pré-candidato afirmou que 97% de sua chapa já está definida. O lançamento oficial deve acontecer em meados de setembro.
 A pesar da data para o pleito não ter sido divulgada ainda, o jovem empresário já tem trabalhado incansavelmente para conquistar apoios de lideranças empresárias. Cleiton revelou que estará enviando um oficial a atual diretoria do Moda Center solicitando a data em que será realizada a eleição.
 Em seu pronunciamento, o pré-candidato criticou a política adotada pela gestão do Moda Center, de impedir a entrada das pessoas aos domingos. De acordo com ele, é triste ver pessoas que ajudaram a construir o parque, que são proprietário de Box ou loja, não poder ter acesso ao que é seu de direito e serem barrados na entrada.

 “Nossa principal proposta é cuidar para que os nossos clientes que estão desaparecendo de maneira que não entendemos”, frisou Cleiton Barbosa completando que antes existiam três dias de feiras, mas que agora, infelizmente só tem meio dia.

 Uma gestão para todos – Esse foi o slogan anunciado por Babosa como uma futura gestão a ser adotada. “Nós iremos investir em propaganda e de maneira direcionada, com o intuito de atrair não somente os clientes varejistas, mas também os atacadistas”.
 Cleiton ainda denunciou que recebeu informações de que até ônibus estariam sendo multados e criticou a segurança cravando que o Moda Center estaria abandonado.
 Cleiton Barbosa já foi candidato a prefeito em Santa Cruz do Capibaribe pelo Partido Verde (PV) em uma 3ª Via no ano de 2012, quando obteve 988 votos, 2,20% dos votos validos, ficando na 3ª colocação. No ano passado o candidato chegou a lançar seu nome como pré-candidato a deputado estadual, mas desistiu posteriormente.

Do: Blog Agreste Notícia

PSB e Rede selam acordo: Marina é a candidata

Roberto Amaral e Luiza Erundina, do PSB, saem do prédio após reunião com Marina Silva em São Paulo
Depois de uma reunião com Marina, o coordenador da Rede Sustentabilidade, Bazileu Margarido, confirmou que ela aceita disputar a Presidência. 'Com o OK do PSB, ela está à disposição para ser a candidata', disse Basileu. O PSB superou portanto as divergências internas e selou acordo para lançar Marina Silva à Presidência da República no lugar de Eduardo Campos. Ela concordou com a inversão da chapa e deverá ser anunciada oficialmente na próxima quarta-feira (20).

O novo presidente do PSB, Roberto Amaral, era visto como último entrave ao acerto. Sob forte pressão de correligionários, ele se convenceu a apoiar Marina, que disputou o Planalto em 2010 pelo PV. O PSB agora discutirá a indicação do novo vice na chapa presidencial. O deputado gaúcho Beto Albuquerque, hoje candidato ao Senado, é o mais cotado para a vaga.

'A candidatura de Marina contempla nosso projeto. Será uma solução de continuidade. O PSB indicará o novo vice', disse Amaral à Folha de S.Paulo.

Por respeito à memória de Campos, o anúncio oficial da nova chapa só deverá ser feito três dias depois do enterro, programado para o domingo (17), em reunião da executiva nacional do PSB.

A negociação se acelerou após Marina receber apoio público da família do ex-governador de Pernambuco. Segundo aliados, ela se sentiu revigorada ao conversar com a viúva Renata Campos, que a incentivou a concorrer.

Ex-ministro da Ciência e Tecnologia no governo Lula e considerado próximo ao PT, Roberto Amaral visitou Marina na tarde desta sexta (15). Com seu aval, começou a consultar os governadores do PSB sobre a inversão da chapa.

Ele quer dar caráter coletivo à decisão e agora buscará entendimento sobre o vice até a reunião da executiva. 'Vou fazer um trabalho de afunilamento. O ideal é chegar com dois nomes. Ou um', disse.

Além de Albuquerque, que se aproximou de Marina desde que ela aderiu à candidatura de Campos, são vistos como alternativas o deputado Júlio Delgado (PSB-MG), o ex-deputado Maurício Rands (PSB-PE) e Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), ex-ministro da Integração Nacional no governo Dilma Rousseff.

Do blog do Magno Martins

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Oscar e Ze Maia barra Lero

Na foto: Oscar, Zé Maia e Lero
A guerra dentro do grupo de situação de Pão de Açúcar continua pegando fogo, e o objetivo é tirar poderes do vice prefeito Lero (PDT).

Uma fonte assegurou ao nosso Blog, que duas viagens marcadas pelo vice prefeito Lero, não foram realizadas, e segundo essa mesma fonte, Oscar Miguel (PSL), suplente de suplente de vereador teria marcado as viagens e depois cancelado as mesmas. 

O coordenador das viagens em Pão de Açúcar é Zé Maia (PTB), que substituiu Betânia. Segundo informações, Betânia teria sido retirada do cargo por declarar abertamente que vota nos deputados apoiados pelo vice prefeito Lero, e não nos candidatos do prefeito. Ela foi substituída por Zé Maia que agora passou a ser da confiança do prefeito Evilásio (PSB).

As informações dão conta que a ordem é tirar cada vez mais poderes do vice, no intuito de fragiliza-lo, por isso a indicação de Zé Maia para substituir Betânia. A quem interessa essa situação? Porque Oscar marcou a viagem de um cidadão de Vila do Socorro e de uma senhora de Pão de Açúcar e depois autorizou o carro ir em outra vigem? 

Tentamos entrar em contato com o prefeito Evilasio mas sem sucesso, também tentamos contato com o vice Lero mas também não tivemos sucesso, também com Zé Maia e não obtivemos sucesso, conseguimos falar com Oscar Miguel, que em uma atitude no mínimo estranha, ou de total descontrole emocional para exercer um cargo público pra não dizer que é falta de competência, não quis dar explicações, e afirmou que não tinha satisfação a dar. 

Oscar deve entender que como homem público, e funcionário público tem sim satisfação a dar a toda população que paga seu salário. Talvez o suplente de suplente não tenha conhecimento do que é ser funcionário público ou até mesmo político, é por isso que Oscar nunca vai passar de suplente.

Armando Monteiro tem 47% e Paulo Câmara, 13%, aponta Datafolha


Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta (15) aponta o candidato Armando Monteiro (PTB) com 47% das intenções de voto para governador de Pernambuco. Em seguida, aparecem Paulo Câmara (PSB) com 13% e Zé Gomes (PSOL) com 2%. Já Jair Pedro (PSTU), Miguel Anacleto (PCB) e Pantaleão (PCO) estão empatados com 1%.

Encomendada pela TV Globo e pelo jornal Folha de São Paulo, esta é a primeira pesquisa Datafolha após o registro das candidaturas.

Veja os números do Datafolha para a pesquisa estimulada:

Armando Monteiro (PTB): 47%
Paulo Câmara (PSB): 13%
Zé Gomes (PSOL): 2%
Jair Pedro (PSTU): 1%
Miguel Anacleto (PCB): 1%
Pantaleão (PCO): 1%
Brancos e nulos: 15%
Indecisos: 19%

A pesquisa foi realizada nos dias 13 e 14 de agosto. Foram entrevistados 1.198 eleitores, com 16 anos ou mais, em 42 municípios do estado. A margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. O que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de 3 pontos para mais ou para menos, a  probabilidade do resultado retratar a realidade é de 95%.
 
A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) sob o número 00017/2014, e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 00360/2014


Fonte: G1

Veja o primeiro programa do guia eleitoral de Eduardo e Marina


Makitl



EDUARDO CAMPOS: SUPOSTA TESTEMUNHA MENTIU AO VIVO NA GLOBO

 
Até que ponto vai a imaginação, o oportunismo, a insensibilidade e o cinismo de uma pessoa? Essa resposta fica ainda mais difícil de ser definida ao analisar o comportamento de uma hipotética testemunha do acidente aéreo que matou o candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos, e outros seis ocupantes da aeronave, na quarta-feira (13), em Santos, litoral paulista.

No final da manhã, durante o plantão do ‘Jornal Hoje’, da Globo, o repórter José Roberto Burnier entrevistou um homem que disse ter auxiliado no resgate de feridos. Ele afirmou ainda ter tido acesso aos destroços do jato.

Aparentemente emocionado, contou ter reconhecido o corpo de Eduardo Campos: “Cheguei a abrir o olho dele”, contou, para surpresa do repórter. Burnier o contestou para certificar a informação. O entrevistado, convicto, mais uma vez disse ter reconhecido Eduardo Campos entre os mortos — e ele ainda revelou, para certa comoção do jornalista, ser eleitor do candidato.

Pouco tempo depois, quando os boatos foram abafados por informações oficiais, todos soubemos que nenhuma vítima poderia ser reconhecida visualmente. Devido ao impacto e à explosão, os corpos ficaram dilacerados e carbonizados. Apenas exames de arcada dentária e DNA poderão determinar as identidades. O dentista Fernando Cavalcanti, que atendia Eduardo Campos, viajou do Recife para São Paulo levando radiografias e outros documentos, para ajudar na identificação do corpo do político. 

À noite, José Roberto Burnier fez a matéria de abertura do ‘JN’, e estava no link, diretamente de Santos. Foram exibidos os testemunhos de várias pessoas que disseram ter presenciado a tragédia. Mas o homem que, horas antes, dissera ter reconhecido e tocado em Eduardo Campos ao tentar socorrê-lo, não foi mostrado.

O lamentável episódio ocorrido na Globo não é uma exceção. Sempre que acontece uma tragédia com a presença da imprensa surgem oportunistas, sádicos e desequilibrados que aproveitam a situação para aparecer na TV.

José Roberto Burnier não tem culpa de ter sido enganado. Numa transmissão ao vivo, no calor da emoção e com notícias desencontradas, é impossível apurar se o entrevistado diz a verdade, fantasia ou mente descaradamente.

No primeiro momento, aquele depoimento parecia tão real, a dor da suposta testemunha se mostrava tão verdadeira, que seria improvável desconfiar de uma farsa. No fim, foi apenas mais um papagaio de pirata, um urubu midiático, alguém que realizou o desejo de ter 15 segundos de fama tripudiando sobre a tragédia alheia.


Fonte: terra.com.br 

NOTA DE PESAR


Lamentamos com imenso pesar a morte do Ex-Governador e Candidato a Presidência da República EDUARDO CAMPOS, político jovem e uma liderança nacional incontestável.
Entendemos que a morte deixa uma imensa lacuna na política brasileira e órfã de uma liderança forte, em Pernambuco iremos levar décadas para formar outro líder que tenha a dimensão nacional de ser candidato a Presidente da República com reais chances de eleição.

Aproveitamos para prestar a nossa solidariedade à família, aos amigos e a todos pernambucanos por esta perda inestimável.

Taquaritinga do Norte, agosto de 2014.

Jânio Arruda da Silva
  
Edimar Pequeno Cesar (Demar)


V E R E A D O R E S

CÂMARA: "VAMOS AVALIAR O REINÍCIO DA CAMPANHA"


Candidato disse que ainda vai analisar o reinício da campanha (Arthur Mota/Folha de Pernambuco)


O candidato ao Governo do Estado Paulo Câmara (PSB) relatou que ainda vai avaliar o recomeço da campanha após a morte do ex-governador Eduardo Campos (PSB). O socialista está em São Paulo, aguardando notícias sobre a liberação do corpo do presidenciável que faleceu na última quarta-feira (13), vítima de um acidente aéreo. Eduardo era o principal fiador do ex-secretário.

“Está tudo parado agora. Vamos sentar e avaliar o reinício da campanha. Agora o quadro todo mudou. Mas vamos em frente”, disse o postulante.

Câmara está em São Paulo junto com o candidato a vice-governador, Raul Henry (PMDB), e o postulante ao Senado, Fernando Bezerra Coelho (PSB). Os três só sairão da capital paulista após a liberação do corpo de Eduardo Campos.


Fonte: Blog da Folha / Com informações do editor de Política da Folha de Pernambuco Ricardo Dantas Barreto

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Comunicado Partido Socialista Brasileiro

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) está de luto pela trágica morte de seu Presidente Nacional, Eduardo Henrique Accioly Campos, ocorrida em 13 de agosto de 2014. Recolhe-se, neste momento, irmanado com os sentimentos dos seus militantes e da sociedade brasileira, cuidando tão somente das homenagens devidas ao líder que partiu.

A direção do PSB tomará, quando julgar oportuno, e ao seu exclusivo critério, as decisões pertinentes à condução do processo político-eleitoral. 

Roberto Amaral
São Paulo, 14 de agosto de 2014

Aniversariantes da quinta feira

Bejamim Tavares - Beja

Nailton Casé

Paolo Vitor

Vereador Gilson lamenta morte de Eduardo

“O Brasil perdeu um líder e uma referência que conjugava valores tais como caráter, honestidade, competência e compromisso social.

O PSB perde o seu farol que iluminava os caminhos para as mudanças que o país deseja.
A família perde um pai devotado aos cinco filhos e um marido em notável comunhão de ideias e sentimentos com a esposa, Renata.

Eu perdi um amigo, companheiro e líder que acreditou e fortaleceu a nossa caminhada, sempre me deu atenção, e sempre me procurou quando esteve em nossa região,Eduardo Campos era um parceiro um amigo de todas as horas e sempre atendeu os nossos pleitos e tinha um carinho especial para com Taquaritinga do Norte.

Resta o exemplo de coragem, de firmeza, de ousadia que Eduardo deixou e que é nosso dever honrar”.

Pelo o que você fez para o povo pernambucano mais carente e certamente iria fazer com todo o povo carente do Brasil,só resta dar um ADEUS e torcer que muitos políticos brasileiros se espelhe em você.

Gilson Carlos

Vereador e Líder do Governo Evilásio Araújo na Câmara Municipal

Políticos do agreste falam sobre a morte de Eduardo Campos

O Brasil perdeu um político diferenciado, que representava a esperança e a coragem de uma nação ansiosa por mudança.
O nosso Estado perdeu um grande líder, que dedicou sua vida em defesa dos interesses do povo pernambucano.
A nossa cidade perdeu um amigo, que com sua capacidade de articulação conseguiu unir o deputado Diogo Moraes ao prefeito Edson Vieira para juntos transformarem a realidade de um povo com muito trabalho e determinação.
Vai com Deus Eduardo Campos e muito obrigado por tudo de bom que você nos ensinou. Que junto com Miguel Arraes e Ariano Suassuna você possa nos guiar rumo à vitória. Nossos mais sinceros sentimentos – Vereador Junior Gomes (PSB)
 
 


O líder do Democratas na Câmara dos Deputados, Mendonça Filho (PE), lamentou a morte do candidato à Presidência, Eduardo Campos. Mendonça, conterrâneo de Campos, expressou seu respeito pelo jovem político e seus sentimentos à família.
“É um baque grande que nos deixa atordoados. Difícil de expressar qualquer sentimento que não o de grande consternação e de luto. Uma tragédia que interrompe uma carreira brilhante. O País perde um político jovem que tinha muito o que contribuir para o nosso Estado e para o nosso País. Neste momento expresso minha total solidariedade com a família, com os amigos e com todos os seus admiradores”, declarou.

Em luto pela fatalidade, Mendonça cancelou suas atividades de campanha para os próximos dias. Assessoria do deputado Mendonça Filho (DEM)


Eu, presidente do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) em Santa Cruz do Capibaribe, venho a público expressar o profundo pesar pela morte do ex-governador e candidato a presidência da república, Eduardo Campos (PSB).
Embora houvesse as divergências políticas, expresso aqui meu grande respeito, partilhado também pelos nossos filiados, pela figura do político socialista e de sua história como homem público, muito dela dividida com o nosso partido tanto na esfera estadual como nacional.

Deixamos aqui os nossos sentimentos as famílias daqueles que faleceram em virtude de tão trágico acidente, que passou a imortalizar o nome de Eduardo Campos na história política brasileira. Vereador Deomedes Brito (PT).


O deputado estadual Diogo Moraes (PSB) e toda coordenação da Frente Popular determinou a imediata retirada do material móvel de campanha, bem como toda propaganda volante por tempo indeterminado, devido à tragédia ocorrida com o ex-governador e candidato a presidência, Eduardo Campos.  E ratificamos o sentimento de luto e consternação pela sua perca. Deputado estadual Diogo Moraes (PSB) e Coordenação da Frente Popular de Pernambuco




Devido ao acidente que vitimou, entre outras pessoas, o pernambucano Eduardo Campos, candidato à Presidência da Republica pelo PSB, o coordenador da campanha de Armando Monteiro no Polo de Confecções do Agreste do Estado, deputado federal José Augusto Maia, informa que está cancelada toda a programação política, para este final de semana.

Segundo José Augusto Maia, o meio político nacional está de luto. “Estamos todos consternados com a tragédia. À família nossos sentimentos de pesar pela morte de Eduardo Campos”. Assessoria do deputado federal José Augusto Maia (PROS).



O candidato a deputado estadual Ernesto Maia (PSL), determinou agora a pouco a retirada imediata de toda propaganda de sua campanha, em solidariedade e respeito a perda irreparável de Eduardo Campos.
Até o sepultamento de Eduardo Campos está suspensa toda propaganda visual e sonora da campanha.
“Pernambuco e o Brasil perderam um grande político e líder. Fomos aliados em muitas campanhas e sentimos este momento de dor, que não é só nosso, mas de todos os pernambucanos”. Diz Ernesto Maia.

O sentimento do candidato e de sua coordenação é de dor e muito pesar. Assessoria do candidato a estadual Ernesto Maia (PSL).
 

Hoje é um dia de profunda tristeza para Taquaritinga do Norte e para toda nação. Lamento profundamente o acidente ocorrido na manhã desta quarta-feira que provocou o falecimento de sete pessoas, entre elas o Presidente Nacional do PSB e candidato à presidência pelo partido, Eduardo Campos.
Trata-se de uma grande perda para a vida pública do país. Eduardo Campos foi uma das gratas revelações da política brasileira nos últimos anos.
Em todos os momentos da sua trajetória política, Eduardo sempre se revelou um intransigente defensor da democracia e um gestor eficiente, moderno e dinâmico, em especial à frente por dois mandatos do Governo de Pernambuco, mandatos estes que ajudaram muito Taquaritinga do Norte.
Em todo processo eleitoral ampliamos o espaço de discussão de temas de grande relevância para a vida cotidiana das pessoas. É uma chance que temos para construir ideias e soluções para os nossos problemas e desafios que precisamos enfrentar.
A morte de Eduardo Campos, sem dúvida, empobrece não somente o debate na sucessão presidencial, mas também a necessária e permanente discussão sobre os rumos que o país precisa tomar, independentemente do que seria o resultado eleitoral.
Neste momento de profunda tristeza e pesar, não só como amigo e colega de partido, mas como cidadão brasileiro, me associo à dor de sua família, prestando minha total solidariedade. Esta Prefeitura decreta luto oficial de sete dias, e ponto facultativo por dois dias, 14 e 15 de agosto (Quinta e Sexta), para honrar a memória deste grande brasileiro que tanto contribuiu para o desenvolvimento de Taquaritinga do Norte.
Afinal, um político estadista, de espírito municipalista; que sempre priorizou o fortalecimento dos municípios, que sempre lutou pela inclusão daqueles que o estado sempre colocava a margem; deixará com certeza uma grande lacuna.

Amigo Eduardo morreu lutando pelo aquilo que acreditava, servir de instrumento para promover o bem estar dos brasileiros, assim como fez no nosso estado de Pernambuco.” – José Evilásio de Araújo (PSB) – Prefeito de Taquaritinga do Norte.
 
 

Hoje, de forma trágica e prematura, Pernambuco perdeu um dos maiores homens públicos da sua história. Eduardo Campos partiu para se encontrar com Miguel Arraes, Ariano Suassuna e tantos outros.
Nós, santa-cruzenses, perdemos um parceiro, um amigo. O legado de Eduardo ficará para as próximas gerações. Ele foi capaz de unir diferentes, realizar, empreender e iniciar a construção de um Pernambuco diferente em todos os aspectos.

Eduardo nos deixou, mas suas bandeiras continuarão vivas nas nossas práticas e nas ações por uma sociedade melhor para todos. Com enorme pesar decretamos luto oficial por três dias no município e rogo a Deus o conforto aos seus familiares – Edson Vieira (PSDB) – Prefeito de Santa Cruz do Capibaribe.
 
 

Há homens que lutam por um dia e são bons. Há homens que lutam por um ano e são melhores ainda, mas existem aqueles que lutam por toda a vida, estes são imprescindíveis… Este foi meu amigo Eduardo Campos – Roberto Asfora (PSDB) – Prefeito de Brejo da Madre de Deus.










Fonte: Blog do Ney Lima


NOTA DE PESAR SOBRE O FALECIMENTO DE EDUARDO CAMPOS

É com grande pesar que recebemos a notícia do trágico falecimento do amigo Eduardo Campos e dos membros de sua equipe.

Com certeza o cenário político está de luto e lamenta a perda deste grande líder pernambucano. Mais uma vez o destino interrompe prematuramente da mesma forma o projeto político de um pernambucano brilhante. Em 1987 sentimos esta mesma dor com o trágico desaparecimento do saudoso amigo Ministro Marcos Freire e agora foi a vez do nosso Eduardo Campos.

Estamos todos perplexos e abalados com esta perda inestimável que a vida pública brasileira sofreu.

Em respeito aos familiares das vítimas, suspendi imediatamente toda minha agenda política nos próximos 03 dias em solidariedade a dor de todos os pernambucanos.

Deputado Ricardo Costa.

NOTA DE PESAR DO VICE PREFEITO IVANILDO MESTRE (LERO)

“Com muita tristeza recebi a trágica notícia da morte do ex-governador Eduardo Campos. Exemplo de pai, filho, cidadão, político, um idealista que de forma abrupta deixa o convívio entre nós e que também deixa mais pobre a nossa política com a sua inesperada partida.

Que o seu idealismo seja o exemplo a ser seguido por todos nós políticos, independente de correntes partidárias, e que o seu legado possa inspirar e motivar os gestores atuais e os que virão.

Em meu nome e em nome dos vereadores Batata, Luquinha da Saúde, Geovane e Eraldo de Pedra Preta e dos demais companheiros de nosso grupo, peço a Deus que neste momento de perca irreparável possa confortar a sua esposa Renata e seus filhos, sua mãe Ana Arraes e demais familiares e amigos. Parte o homem e nasce o mito. Descansa em paz Eduardo”.

Ivanildo Mestre Bezerra (Lero)
Vice-Prefeito de Taquaritinga do Norte

“Pernambuco hoje fica órfão do seu maior líder político, destaca André de Paula


O deputado federal André de Paula lamenta profundamente a tragédia aérea que, na manhã desta quarta-feira, 13, tirou a vida do ex-governador e candidato à Presidência da República, Eduardo Campos, e de outras seis pessoas que também estavam a bordo.
 
“Eduardo Campos era um político diferente, e foi, sem dúvida, o político mais brilhante da minha geração. Tive o privilégio de conviver com ele na Assembleia Legislativa e na Câmara dos Deputados, sempre em campos políticos opostos. Pernambuco hoje fica órfão do seu maior líder político. Uma perda irreparável. Um líder, cujo talento e brilho pessoal deram dimensão nacional à sua atuação. Um ser humano extraordinário, um amigo inexcedível e um pai de família que todos admirávamos. Neste momento, em que as palavras nos faltam, pedimos a Deus que conforte os seus familiares e os pernambucanos”, destacou Andre de Paula.

Nota de Pesar - Edson Vieira‏

Hoje, de forma trágica e prematura, Pernambuco perdeu um dos maiores homens públicos da sua história. Eduardo Campos partiu para se encontrar com Miguel Arraes, Ariano Suassuna e tantos outros.

Nós, santa-cruzenses, perdemos um parceiro, um amigo. O legado de Eduardo ficará para as próximas gerações.

Ele foi capaz de unir diferentes, realizar, empreender e iniciar a construção de um Pernambuco diferente em todos os aspectos.

Eduardo nos deixou, mas suas bandeiras continuarão vivas nas nossas práticas e nas ações por uma sociedade melhor para todos.

Com enorme pesar decretamos luto oficial por três dias no município e rogo a Deus o conforto aos seus familiares.

Santa Cruz do Capibaribe, 13 de agosto de 2014

Edson Vieira
Prefeito/amigo

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Um homem simples, humilde e um grande governante

A primeira vez que vi Eduardo de perto, em 1998 aqui no distrito de Pão de Açúcar, percebi que ali estava o sucessor do grande Miguel Arraes.

Pernambuco e o Brasil, se despede de um grande político, corajoso, imponente, que nunca correu de suas obrigações. Um governador que sempre olhou com carinho para o polo de confecções. Apenas lembranças boas ficarão, sem palavras Política Nacional está de LUTO, Vai com Deus Eduardo Campos.




Roda Viva | Eduardo Campos | 26/05/2014



Santa Cruz do Capibaribe recebe segunda etapa do Programa Nenhuma Pernambucana sem Documento‏

Os moradores do bairro Oscarzão, que fica a aproximadamente quatro quilômetros do Centro de Santa Cruz do Capibaribe, receberam a segunda etapa do Programa Nenhuma Pernambucana sem Documento, na manhã desta terça-feira (12).

A ação que faz parte de um convênio entre a Prefeitura Municipal através da Coordenadoria da Mulher e a Secretaria da Mulher do Estado, emitiu cerca de 130 carteiras de identidade (1ª e 2ª vias) e 100 certidões de nascimento e casamento (2ª via), beneficiando não só as mulheres da comunidade, mas seus maridos e filhos que também conquistaram sua cidadania com a documentação.

Sandra da Silva (39), dona de casa e moradora da Vila São José na comunidade do Oscarzão, aproveitou para tirar a segunda via da carteira de identidade dos seus três filhos.

“É muito bom um benefício desse para comunidade, espero que todas as mães tragam seus filhos para tirar documentação, foi muito bom economizar tempo e dinheiro para ir no Centro, e de uma forma prática tirar os documentos sem filas”, disse Sandra da Silva.

A gestora da Escola Municipal Professora Lucina Gonçalves, Maria de Fátima, relatou que os moradores da localidade tinham dificuldades para tirar documentação e se mostrou bastante satisfeita em receber essas ações na escola.


“Em sete anos da Campanha Nenhuma Pernambucana sem Documento, pela primeira vez estamos em Santa Cruz, em um primeiro momento com a oficina de gênero e cidadania e seminário temático com as autoridades do município e agora, com a segunda etapa, com a emissão de documentação para mulheres e homens acompanhados de mulheres, garantindo seu direito à cidadania”,
enfatizou Natália Walesca, representante da Secretaria da Mulher do Estado de Pernambuco.

Os serviços de cadastramento e recadastramento do Bolsa Família, foto 3x4, teste de glicemia, aferição de pressão e vacinas para adultos e crianças, também foram oferecidos na manhã de ações.

Nota presidente da Câmara de Santa Cruz do Capibaribe Junior Gomes (PSB)

O Brasil perdeu um político diferenciado, que representava a esperança e a coragem de uma nação ansiosa por mudança.

O nosso Estado perdeu um grande líder, que dedicou sua vida em defesa dos interesses do povo pernambucano.

A nossa cidade perdeu um amigo, que com sua capacidade de articulação conseguiu unir o deputado Diogo Moraes ao prefeito Edson Vieira para juntos transformarem a realidade de um povo com muito trabalho e determinação.

Vai com Deus Eduardo Campos e muito obrigado por tudo de bom que você nos ensinou.

Que junto com Miguel Arraes e Ariano Suassuna você possa nos guiar rumo a vitória.

Nossos mais sinceros sentimentos,

Junior Gomes
Presidente da Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe.

Eduardo Campos morre na mesma data que o avô, Miguel Arraes, há nove anos

Natural do Recife, candidato à presidência pelo PSB era filho da deputada Ana Arraes e do escritor Maximiano Campos e neto do ex-governador Miguel Arraes, que foi prefeito do Recife, deputado estadual, deputado federal e por três vezes governador de PE.
Eduardo Campos em entrevista nesta terça-feira, no Rio de Janeiro

Eduardo Campos começou a militância política ainda na universidade, como presidente do diretório acadêmico da faculdade de economia. Em 1986, trocou a possibilidade de um mestrado nos EUA pela participação na campanha que elegeu para o governo de Pernambuco seu avô, Miguel Arraes, que em 1979 retornara ao Brasil depois de 15 anos de exílio.


Miguel Arraes, avô de Eduardo Campos

Em 1990, ingressou no Partido Socialista Brasileiro (PSB) e foi eleito deputado estadual. Dois anos depois disputou a prefeitura do Recife, mas sofreu uma derrota esmagadora, ficando em quinto lugar.  Chegou à Câmara dos Deputados em 1994, mas ficou à disposição do governo de Pernambuco. Exerceu o cargo de secretário estadual da Fazenda entre 1995 e 1998. Nessa época foi acusado de emissão fraudulenta de títulos públicos do estado de Pernambuco para pagamento de precatórios pendentes. O caso ficou conhecido como Escândalo dos Precatórios. O Supremo Tribunal Federal rejeitou a denúncia em 2003 e Eduardo Campos foi inocentado da acusação de crime contra o Sistema Financeiro Nacional pela Justiça.

Campos foi deputado federal três vezes (1994, 1998 e 2002). Em 1998 foi o deputado mais votado do estado (173.657 votos).  No exercício do terceiro mandato, destacou-se como articulador do governo Lula nas reformas tributária e da Previdência e figurou, por três anos consecutivos, na lista do Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar) como um dos cem parlamentares mais influentes do Congresso.

Em 2003, tomou posse como ministro de Ciência e Tecnologia, no primeiro mandato do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em 2005, assumiu a presidência nacional do PSB. Em 2006, lançou sua candidatura ao governo de Pernambuco e foi eleito com 65% dos votos. Em 2010, disputou a reeleição e obteve a vitória no primeiro turno com mais de 82% dos votos válidos, a maior votação proporcional para governador no Brasil nessas eleições.

Campos foi aliado do governo nas duas gestões do ex-presidente Lula. Em 2013, quando iniciou o projeto de concorrer à presidência, rompeu com o Planalto e aos poucos assumiu postura de oposição. Surpreendeu o meio político ao filiar a ex-senadora Marina Silva ao PSB e fazer com que ela abrisse mão da corrida presidencial para ser vice em sua chapa.

Eduardo Campos era casado com a economista e auditora do Tribunal de Contas do Estado Renata Campos, com quem teve cinco filhos: Maria Eduarda, João Henrique, Pedro Henrique, José Henrique e Miguel.

Notícias do Blog Direto ao Ponto

Eleitor de Campos, morador diz que chorou ao ver que corpo era de candidato

O estivador Donizete Maguila Júnior, 37, que mora próximo ao lado do local onde caiu o avião com o candidato do PSB, Eduardo Campos, em Santos, disse que chorou ao reconhecer ao ver o corpo do político. Ele conta que foi um dos primeiros a chegar ao local.

"Eu iria votar nele. Reconheci [o corpo] na hora. Era o meu candidato. Ele passava confiança. Chorei quando vi", disse Maguila Júnior. "Fui o primeiro a chegar no local. Eu ouvi o barulho do avião caindo. É uma tragédia. Nunca mais vai sair da minha memória", afirmou.

Segundo o Corpo de Bombeiros de Santos, cinco pessoas que moram próximas ao local do acidente foram levadas para o pronto-socorro da Santa Casa da cidade com sintomas de intoxicação. Cinco imóveis foram atingidos estão interditados.
Hoje, de forma trágica e prematura, Pernambuco perdeu um dos maiores homens públicos da sua história. Eduardo Campos partiu para se encontrar com Miguel Arraes, Ariano Suassuna e tantos outros.

Nós, santacruzenses, perdemos um parceiro, um amigo. O legado de Eduardo ficará para as próximas gerações.

Ele foi capaz de unir diferentes, realizar, empreender e iniciar a construção de um Pernambuco diferente em todos os aspectos.

Eduardo nos deixou, mas suas bandeiras continuarão vivas nas nossas práticas e nas ações por uma sociedade melhor para todos.

Com enorme pesar decretamos luto oficial por três dias no município e rogo a Deus o conforto aos seus familiares.

Edson Vieira

Prefeito de Santa Cruz do Capibaribe