As melhores marcas anunciam aqui

As melhores marcas anunciam aqui

sábado, 30 de agosto de 2014

Geovane é o mais preparado para presidir a casa Miguel Lucas de Araújo

Sem nenhuma intenção de disputar a presidência da câmara de vereadores de Taquaritinga do Norte, o vereador Jânio Arruda (PSD), abre caminho para que o socialista Geovane seja o melhor nome para presidir a casa.

Político moderno, com a experiência de dois mandatos, o vereador procura fazer política somando, e assistindo toda população sem olhar lado político. Em conversa com o nosso Blog, o vereador afirmou que se ganhar vou procurar sempre a unidade dos vereadores em favor de Taquaritinga do Norte. “Vou manter a luta permanente pela construção de uma unidade dos onze vereadores, a vida de um município depende de transparência e da democracia do poder legislativo”, declarou o parlamentar.

MARINA EMPATA COM DILMA E VENCE NO 2º TURNO

Os três estão sorrindo agora,  mas dois vão chorar depois

Pesquisa do Instituto Datafolha divulgada hoje, na Folha de São Paulo, mostra que Marina Silva (PSB) já empatou com Dilma Roussef (PT) na disputa do primeiro turno e vence com uma vantagem de 10 pontos no segundo turno.

Dilma e Marina ficaram com 34% das intenções de voto e o tucano Aécio Neves caiu para 15%. Pelos números atuais o representante do PSDB está fora da disputa.

No segundo turno Marina teria 50% e Dilma 40% dos votos.

A pesquisa foi realizada nos dias 28 e 29 de agosto e foram entrevistados 2.874 eleitores.

Caso Marina mantenha o favoritismo será a primeira mulher negra a se eleger Presidenta da República.

MARIANA XIMENES, A ESTRELA

O tempo passa e a atriz Mariana Ximenes, paulista de 33 anos, é sempre um arraso. Tem a voz charmosa, talento no palco, rosto bonito e um corpo de escultural de "falsa magra"

Mariana foi estrela em novelas como Passione e A Favorita, atuou nas minisséries JK e A Casa das Sete Mulheres, no cinema trabalhou em O Invasor e Quincas Berro D´Água e no teatro interpretou Maria, na Paixão de Cristo.

Esta semana, a estrela fez um comercial banal para um produto de limpeza e abusou da sensualidade. 

Salve a Mariana!

Secretaria de educação de Santa Cruz distribiu fardamento


A Secretaria de Educação de Santa Cruz do Capibaribe iniciou nesta semana, a distribuição de fardamento escolar para aproximadamente 12 mil alunos da rede municipal de ensino.
“É uma pequena ação, mas que tem o poder de gerar melhorias no comportamento dos estudantes, sem falar que eles irão representar suas escolas e o município com mais alegria nos desfiles de sete de setembro, pois estarão de farda nova”, disse Joselito Pedro, secretário de Educação.
A estudante Joana Manuela, aluna do 3º ano da escola Professor Lindolfo Pereira de Lisboa falou de sua alegria ao receber seu novo fardamento.  “Estava só esperando minha farda nova chegar para poder desfilar, com ela ficarei mais bonita”.
Desfiles Cívicos:
As comemorações ao Dia da Independência irão começar neste próximo domingo com desfiles no bairro Dona Dom e na zona rural, especificamente na comunidade de cacimba de Baixo.

Pernambuco


Banda Segnos encerra Semana da Pessoa com Deficiência em Santa Cruz do Capibaribe‏



A praça dos estudantes foi palco para o encerramento da Semana da Pessoa com Deficiência, na noite desta sexta-feira (29), recebeu apresentação da banda recifense Segnos que é formada por deficientes visuais, que embalou o público com muito romantismo, bolero, forró e flash back. O conjunto musical é conhecido por participar dos tradicionais carnavais do Recife e Bezerros.

“Acredito que alcançamos nosso objetivo, pois chamamos a sociedade para debater a inclusão e ela compareceu, mostramos que mesmo com limitações somos iguais. Agradeço a todos que se empenharam para realizar esta semana da inclusão, unidos realizamos a melhor Semana da Pessoa com Deficiência de Santa Cruz”, frisou Joselito Pedro, secretário de Educação.

O prefeito Edson Vieira (PSDB), discursou no encerramento da Semana da Pessoa com Deficiência e ressaltou que lutar por inclusão também faz parte do governo municipal. “Nós temos direitos iguais, somos irmãos, somos pessoas de um só coração, de um só sentimento, nós temos o dever enquanto gestor, enquanto pessoa fazer com que o governo ajude verdadeiramente a inclusão aqui em Santa Cruz”.

A Semana da Pessoa com Deficiência contou com palestras, oficinas, mesa redonda, panfletagens no Moda Center, debates, apresentações culturais, música, dança, tudo realizado pelo Secretaria de Educação, através do seu departamento de inclusão.

sexta-feira, 29 de agosto de 2014


Em Brejo da Madre de Deus, centenas de servidores são exonerados

Centenas de servidores municipais de Brejo da Madre de Deus, no Agreste de Pernambuco, foram exonerados na manhã desta quinta-feira (28). Na frente do prédio da prefeitura, havia uma lista com o nome dos funcionários que haviam sido desligados.

De acordo o servidor Laudemir José Marinho, que atuava na Secretaria de Assistência Social, a documentação colocada na parede da prefeitura alega que o motivo do desligamento seria para diminuir os custos da folha de pagamento. Já a servidora Kelly Pedrosa argumenta que essas demissões não poderiam ter ocorrido. "Estas pessoas só poderiam ser demitidas em dezembro ou se houvesse um concurso. E eles já estão contratando outras pessoas".

A medida teria ocorrido após o prefeito José Edson de Souza ser reempossado recentemente depois de decisão favorável do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
O G1 tentou entrar em contato com a assessoria de comunicação da prefeitura para obter uma resposta sobre o caso, mas as ligações não foram atendidas até a publicação desta matéria.

Entenda a cassação

O prefeito de Brejo da Madre de Deus, José Edson de Souza (PTB), teve o diploma cassado no dia 16 de abril pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE). Ele foi acusado de utilizar, na gestão anterior, veículos da prefeitura para promoção da candidatura em uma festa junina, durante o período eleitoral. A vice-prefeita, Clarice Teixeira (PP), também teve o diploma cassado.

Fonte: G1 Caruaru

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Jânio Arruda define a primeira agenda de campanha em Taquaritinga do Norte


Promoção no Piscineiro

Balde de cloro por apenas 120,00 R$

Caixas de água pelos melhores preços do polo de confecções


Zé Augusto ainda acredita em derrubada de veto de Dilma ao projeto das emancipações, Hilário Paulo não

O deputado federal José Augusto Maia (PROS) se mostrou confiante, na manhã desta quinta-feira (28), em entrevista à Rádio Polo FM, na derrubada do veto presidencial quanto ao projeto das emancipações, uma das suas bandeiras como parlamentar. 

O PLS 98/2002 foi vetado pela presidente Dilma Rousseff ontem (27) pela segunda vez. Antes mesmo do primeiro veto ser votado pelo Congresso Nacional. 
“Esse veto, mais do que nunca, será derrubado. Para antes das eleições fica difícil por conta do recesso branco no Congresso, mas não vamos perder uma melhor oportunidade. Isso acontecerá após as eleições”, falou ele. 
O deputado se disse indignado e surpreso com essa nova decisão, e criticou a presidente. “Eu acredito piamente que vamos derrubar esse veto, mas fiquei indignado, por que estava tudo certo, foi modificado com novos critérios e isso agora me surpreendeu”, falou e depois acrescentou “Eu não abaixo a cabeça o que Dilma fez foi lamentável”. 

Já o presidente da Câmara de Vereadores de Brejo da Madre de Deus, Hilário Paulo (PSDC), se mostrou indignado com o veto da presidente petista. “Fizeram a gente de besta”. 

Apesar do baque, o vereador garante que não vai desistir do sonho da emancipação do distrito de São Domingos, porém não acredita que o veto será derrubado, antes nem depois das eleições em outubro. “Começo a acreditar que foi feito uma jogada, uma artimanha para que não houvesse tempo hábil para isso acontecer antes das eleições. Sinceramente eu não acredito, vejo a possibilidade mínima para derrubada desse veto, após as eleições, esquecem o povo também”. 
Imagem: Blog Sulanca News

O recado – “Fica o nosso repúdio pelo que ela (Dilma) fez com o povo de São Domingos. Que o povo leve em consideração a falta de respeito que ela teve com o nosso povo. O meu troco, enquanto morador, já será dado em outubro. E quem a defende, não defende São Domingos”, finalizou.
 

Caixas de água e Piscinas é aqui no Piscineiro


“O que estamos vendo, no lado da Oposição, é uma briga de dinheiro”, afirma Edson Vieira

.
Prefeito fez declarações duras sobre suposto acordo financeiro feito entre o deputado federal Silvio Costa e integrantes do grupo taboquinha, entre eles o deputado federal José Augusto Maia (PTB) em troca de apoio político para as eleições 2014.

Em participação no programa Nordeste em Foco desta quinta-feira (28) o prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (PSDB), falou sobre a polêmica do suposto acordo feito entre o deputado federal e candidato a reeleição, Silvio Costa (PSC) e integrantes do grupo de Oposição, entre eles o deputado federal José Augusto Maia (PROS).

Em entrevista concedida hoje, no programa Rádio Debate, José Augusto Maia negou a existência do suposto acordo em que o deputado Silvio Costa teria dado uma verba de R$ 400 mil em troca do apoio do grupo de Oposição ao seu projeto de reeleição.

De acordo com Edson, José Augusto Maia deveria dizer tais afirmações na presença de Silvio Costa e teceu críticas aos seus adversários políticos.

“Eu fico triste com isso porque era para esse povo estar discutindo propostas… Era para esse povo estar mostrando o que fizeram por Santa Cruz do Capibaribe, o que eles poderiam fazer, o que eles tinham a fazer, mas não fazem e sabe por quê? Porque é a ganância do poder, é a ganância de ter o poder para benefício próprio, diferente de nosso grupo”, frisou.

Edson Vieira falou de ações realizadas em seu governo e continuou a aumentar as críticas.

“O que estamos vendo, no lado da Oposição, é uma briga de dinheiro. Um grupo de vereadores que apoia um deputado que não conhece nem onde fica a igreja de São Cristóvão. O outro (lado do) grupo traz um deputado que não tem nada a ver com a nossa região, com a nossa realidade. Agora vem outro (Silvio Costa) dizendo: “Eu quero meu dinheiro porque eu ajudei na campanha de prefeito”. A que ponto chegou essa Oposição em Santa Cruz do Capibaribe”, concluiu.


Do blog de Ney Lima

Polo FM volta a ser polo Maia

Polo FM é punida na Justiça e ‘Oposição em Ação’ e ’Rádio Debate’ são suspensos

O Juiz Eleitoral de santa Cruz do Capibaribe, Luiz Célio de Sá Leite, puniu a Rádio Polo FM a ter que retirar do ar dois dos seus programas, o ‘Rádio Debate’, que vai ao ar de segunda a sexta-feira e o ‘Oposição em Ação’, veiculado todos os sábados.

Segundo a sentença do juiz, o candidato a governador, Paulo Câmara (PSB) e o deputado estadual Diogo Moraes (PSB), candidato a reeleição, foram vítimas de constantes ataques e ofensas por parte dos apresentadores das atrações.

Ainda de acordo com a sentença que acarretou a suspensão dos programas, além das ofensas, houve declaração de intensão de voto ao candidato ao governo Armando Monteiro Neto (PTB), em especial, no programa ‘Oposição em Ação’, comandado pelos vereadores Carlinhos da COHAB (PSL) e Deomedes Brito (PT).    

Em sua defesa, a Polo FM alegou que o programa ‘Oposição em Ação’ é uma produção independente, ou seja, o seu conteúdo não passa pelo crivo da direção da empresa, argumento que a Justiça local não achou plausível.

A punição deverá ser aplicada de imediato, e de acordo com a decisão do Juiz, em caso desobediência será aplicada a multa de dois mil reais por dia. A emissora ainda poderá recorrer da sentença e o caso poderá analisado pelo Tribunal Regional Eleitoral. 
 

Semana da Pessoa com deficiência debate inclusão com empresários de Santa Cruz do Capibaribe

Dando continuidade à semana da Pessoa com Deficiência, a Secretaria de Educação realizou na noite desta quarta-feira (27), o debate de inclusão com empresários de Santa Cruz do Capibaribe.

O evento que contou com interprete em Libras, foi realizado no teatro municipal, teve mesa redonda, depoimentos e palestra com o advogado e deficiente visual, Sérgio Diego, especialista em direito trabalhista.

“Este encontro é de grande valia, pois orientar e conscientizar a classe empresarial de Santa Cruz sobre a necessidade em dar oportunidades aos deficientes, todos têm capacidade para desenvolverem diversas atividades dentro das empresas”, disse Katiane Amaral, Secretária Executiva da CDL Santa Cruz.

O palestrante Sérgio Diego falou sobre a nomenclatura “pessoa com deficiência” e as várias formas de tratamento. “Excepcional? Todo mundo pode ser, dependendo apenas de seus atos. Especial? Todos os pais e mães acham seus filhos são especiais. A nomenclatura mudou muito e devemos usar “pessoa com deficiência”, pois somos antes de qualquer coisa pessoas, somos seres humanos”.

O encontro contou com a presença de alguns empresários do município, Rose Maria, Superintendente Estadual da Pessoa com Deficiência, Flávio Júnior, representante do COMDEF, Valmir Ribeiro, Sindico do Moda Center Santa Cruz, Claudenice Dias, Secretária Executiva de Educação, Elisabete Cristina, Secretária de Cidadania e Inclusão Social e Jaíra Victor, coordenadora do Cras Bela Vista. 

Coragem pra mudar o Brasil

video

Túnel do tempo: ARMANDO MONTEIRO NÃO DÁ SEU VOTO PELA EMANCIPAÇÃO DE NOVOS MUNICÍPIOS

O Senador Armando Monteiro se absteve de votar na aprovação da PLP 416, que devolve aos estados o direito de decidir sobre a criação de novos municípios, quando o Senado aprovou o projeto que irá para sansão presidencial.

Como o senador pernambucano era declaradamente contra a criação de novos municípios e se absteve no Senado, sua “ficada em cima do muro”, pode ser encarada como um não.
Os senadores Humberto Costa (PT) e Jarbas Vasconcelos (PMDB)votaram a favor do projeto, enquanto Armando Monteiro (PTB) registrou a presença em plenário, mas não votou.
A postura de Armando Monteiro que é pré-candidatura a governador não pegou bem nos distritos de Pão de Açúcar e São Domingos, onde ele é sempre votado. 

Do Blog Sulanca News

http://jardimdoagreste.com.br/armando-monteiro-nao-da-seu-voto-pela-emancipacao-de-novos-municipios/

Nas ruas da cidade



O deputado estadual Diogo Moraes (PSB) continua realizando caminhadas nos bairros de Santa Cruz do Capibaribe. Diogo e seu grupo estiveram visitando os moradores do bairro São Jorge na noite desta quarta-feira (27), na oportunidade Moraes ouviu os pleitos da população da localidade. Participaram da caminhada vereadores, suplentes, lideranças e o prefeito Edson Vieira (PSDB).

 “Caminhar ao lado de um prefeito bem avaliado é muito bom. As pessoas estão reconhecendo as evoluções nas mais diversas áreas e isso é fruto de nossa união com Edson. Tenham certeza que as transformações irão continuar”, disse Diogo.

“Diogo é um parceiro nas ações que desenvolvemos em Santa Cruz, esse é o motivo pelo qual estou nas ruas da cidade pedindo que quem aprova  nossa gestão vote nele, pois o que está dando certo não pode parar. Preciso que Diogo continue firme e forte na ALEPE”, pontuou o prefeito Edson Vieira.

Entrevista da candidata Marina Silva ao Jornal Nacional


Mais uma do Tiririca



Emancipalistas de mentirinha, que só querem interesses próprio


Avanços significativos foram feitos no processo de emancipação dos distritos brasileiros, mas o que não da para entender, é o processo do distrito de Pão de Açúcar, onde se criou a figura do rei, da rainha, do príncipe, plebeus, enfim se criou toda uma corte para enfeitar o processo emancipatório de nosso querido distrito, isso sem falar em um catimbozeiro que segundo um grande político de Pão de Açúcar baixou em uma dessas viagens a Brasília - DF.

Agora, alguns desses que participaram do processo da emancipação política que teve mais donos na história do Brasil, o de Pão de Açúcar,  vão pedir voto para Armando Monteiro Neto, que inclusive já deu entrevista na rádio Filadélfia afirmando ser contrário as emancipações e para a presidenta Dilma que vetou pela segunda vez o projeto que devolvia ao estado o processo emancipatório. Armando Neto, em uma das votações de um dos projetos no senado, também não votou a favor. 

Claro, a equipe de charlatões da emancipação, pois é assim que vou chamar quem pedir voto pra Armando Neto em Pão de Açúcar ou em São Domingos, vão tentar remendar de todo jeito, a posição de Armando, e eu aposto que vão inventar que o deputado Zé de Nada conversou com ele e ele mudou a opinião sobre o assunto no ano da eleição, onde ele vai precisar dos votos dos moradores dos distritos de São domingos e Pão de Açúcar.

Agora, é só esperar e ver quem realmente se importa com a emancipação de Pão de Açúcar, ou apenas quer pegar um bigu político nesse processo de emancipação dos distritos. 
 
Pois votar em alguém que se for eleito governador vai com certeza vetar o criação de novos municípios em Pernambuco, também é ser contra a emancipação de Pão de Açúcar, pois todos sabe, que que faz o palanque de Dilma  em Pão de Açúcar é a turma de Armandão.

Bocão e sem respeito – Dispara Fernando Aragão contra deputado Sílvio Costa


A confusão envolvendo os vereadores de oposição de Santa Cruz e o deputado federal Sílvio Costa (PSC), que aconteceu no Recife na ultima quinta-feira (21) ainda rende. Em entrevista ao Programa Direto ao Ponto, o vereador Fernando Aragão (PROS) não poupou críticas ao parlamentar. 

“Um caso que já aconteceu comigo duas vezes com Sílvio, por que ele vem com essa questão de cobrar esse acordo. Se ele colocou recurso para campanha de 2012 e acha que tem que receber o retorno, cobre a que deve. Nenhum vereador participou desse acordo”, disse.

Segundo Fernando a cobrança aconteceu pela primeira vez em Caruaru, após um evento de pré-campanha do senador Armando Monteiro Neto (PTB) ao governo do Estado. “Ele veio no meio do povo com aquele bocão dele com a falta de respeito dele cobrar as pessoas erradas, indevidamente. Até de uma maneira brusca colocando em xeque a questão de honra dos vereadores, e chamei a  atenção dele quanto a isso”, falou.

O vereador acrescentou que ao fim da conversa o deputado pediu desculpas, mas pediu também para que o mesmo deixasse dessa conversa. “No fim ele pediu desculpas, mas eu disse a ele, agora te cala com isso, deixa dessa conversa e vai cobrar a quem te deve, e não a gente”, finalizou. 

Vinda de Armando a Santa Cruz – Fernando falou também sobre a vinda do candidato ao governo do estado, Armando Monteiro Neto (PTB) a Santa Cruz no próximo fim de semana. “De fato se ventilou essa possibilidade, num movimento político que aconteceu em Poço Fundo no último fim de semana. Um dos candidatos disse isso. Mas até agora a coordenação de Armando não nos informou nada dessa vinda, estamos aguardando a confirmação do dia correto para poder recebê-lo em nossa cidade”. 
 

Makital


Continuidade dos trabalhos – Luciano tem projetos e requerimentos aprovados


O vereador Luciano Bezerra (PR), que retornou à Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe no último mês de julho, conseguiu nesta terça-feira (26) a aprovação de importantes projetos e requerimentos, durante a quarta sessão ordinária do semestre na Casa José Vieira de Araújo. 

Um dos requerimentos aprovados foi o de nº 305/2014, que visa a melhoria nas condições de Mobilidade Urbana. Criando em Santa Cruz a implantação dos bolsões de espera para motocicletas e bicicletas, espaço em separado dos demais veículos nos semáforos. 

“É uma medida que busca a diminuição tanto dos transtornos até casos mais graves de acidentes no nosso transito”, disse Luciano. 

O projeto de lei nº 59/2014, de autoria do mesmo, que dispõe sobre a dispensa de exigibilidade pela administração pública de autenticar cópias em cartório de documentos pessoais, também foi votado e aprovado em plenário. 

Além disso, através de sua solicitação, será possível levar iluminação para a comunidade Malhadinha, na estrada do Pará, conhecida com casas da Viana e Moura.
 

PT apoia "patrões" em 7 dos 10 Estados em que não lançou candidato próprio

Em sete dos dez Estados em que o PT (Partido dos Trabalhadores) não encabeça a candidatura ao cargo de governador, o partido apoia candidatos representantes da classe empresarial brasileira.
O partido, fundado em 1980, tem sua origem atrelada ao movimento sindical e a grupos intelectuais de esquerda, e costuma se colocar nas eleições em que participa como representante da classe trabalhadora, em disputa pelo poder contra a classe patronal e a elite econômica brasileira.
Apesar disso, sete dos dez candidatos a governador das coligações integradas pelo PT são políticos representantes de entidades ligadas ao agronegócio, sindicatos patronais ou instituições representantes do empresariado nacional.
Uma das exceções é o Estado de Sergipe. Lá, o PT apoia o candidato do PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileira), Jackson Barreto, servidor da Receita Federal, ex-militante clandestino do PCB (Partido Comunista Brasileiro) e atual governador do Estado. Barreto era vice-governador de Marcelo Déda (PT), que morreu no ano passado.
Já no Estado do Amapá, quem recebe o apoio do PT é o atual governador e candidato à reeleição, Camilo Capiberibe (PSB), membro de um partido que não faz parte da coligação que apoia a candidatura presidencial de Dilma Rousseff.
O pessebista vem de uma família de classe média. Seus pais eram militantes de esquerda e mudaram para o Chile durante a ditadura militar brasileira (1964-1990). Por causa disso, Capiberibe nasceu no país vizinho, mas cresceu no Brasil, onde deu início à sua carreira política já no movimento estudantil. 
Finalmente, no Estado da Paraíba, o PT apoia Ricardo Coutinho (PSB), filho de um agricultor e de uma costureira, formado em Farmácia, funcionário público de carreira da UFPB (Universidade Federal da Paraíba) e ex-dirigente da CUT (Central Única dos Trabalhadores).
O UOL procurou a assessoria do PT e a de seu presidente nacional, Rui Falcão, para comentar as coligações do partido nas eleições estaduais, mas não obteve resposta até a publicação desta reportagem.
Sob a condição de anonimato, porém, membros do partido afirmam que não é escolha do PT os nomes dos candidatos que encabeçam as candidaturas das coligações de que faz parte, e que é inerente ao sistema eleitoral brasileiro compor alianças regionais que viabilizem acordos nacionais.
Todos os candidatos da elite econômica brasileira apoiados pelo PT pertencem ao PMDB, PTB (Partido Trabalhista Brasileiro) ou PSD (Partido Social Democrata), siglas que apoiam a reeleição de Dilma Rousseff (PT) à presidência da República.
Veja, abaixo, quem são os candidatos da elite apoiados pelo PT nos Estados em que o partido não lançou candidatura própria.

Pernambuco: Armando Monteiro (PTB)

Divulgação
Nascido em 24 de fevereiro de 1952, Armando Monteiro Neto é formado em administração e direito. Pertencente a uma família de industriais, dona de siderúrgicas e usinas de álcool e açúcar, começou a vida pública em 1986, no Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Pernambuco. Foi diretor e depois presidente da entidade até 1992, quando assumiu a presidência da Fiepe (Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco), cargo que ocupou por quatro mandatos consecutivos. Depois, entre 2002 e 2010, foi presidente da CNI (Confederação Nacional da Indústria).
Ingressou na vida político-partidária em 1990, quando se filiou ao PSDB. Ficou no partido até 1997, quando mudou para o PMDB. Em 2003, filou-se ao PTB, onde permanece até hoje. Foi deputado federal por Pernambuco por três legislaturas (1999-2011).
Em 2010, candidatou-se e foi eleito senador de Pernambuco pelo PTB.

Alagoas: Renan Filho (PMDB)

Divulgação
Nascido em 8 de outubro de 1979, Renan Filho pertence a uma tradicional família política de Alagoas. Seu pai é o senador Renan Calheiros (PMDB/AL), que ocupa cargos públicos desde 1978 e atualmente é presidente do Senado. Em 2007, Calheiros renunciou ao mandato para evitar uma cassação em virtude de denúncias de corrupção.
Sócio de quatro empresas de comunicação no Estado (segundo sua declaração de bens à Justiça eleitoral), o peemedebista Renan Filho foi eleito prefeito do município de Mucuri em 2004, quando tinha apenas 24 anos. Foi reeleito para o cargo em 2008, mas abandou o posto em 2011, quando assumiu uma cadeira na Câmara dos Deputados, após ser eleito em 2010.
Também em Alagoas, nas eleições para o Senado, o PT compõe a chapa que apoia o ex-presidente Fernando Collor de Mello (PTB).

Pará: Helder Barbalho (PMDB)

Divulgação
Herdeiro de um grupo de comunicação que reúne oito emissoras de rádio, quatro retransmissoras de televisão e um jornal diário, Helder Barbalho, filho do senador Jader Barbalho (PMDB-PA), tem 35 anos e um patrimônio declarado de R$ 2,34 milhões. A maior parte de suas posses correspondem a participações acionárias em dez empresas de sua família.
Com o apoio do grupo político comandado por seu pai, Helder Barbalho foi eleito prefeito de Ananindeua (região metropolitana de Belém) em 2004 quando tinha apenas 25 anos, tornando-se, segundo ele mesmo afirma, o prefeito mais jovem da história do Estado.
Em 2006 e 2010, o PT lançou candidatura própria no Estado do Pará, da bancária do Banco do Brasil Ana Júlia Carepa, que iniciou sua carreira no movimento estudantil e era ligada a grupos de defesa dos direitos das mulheres. Neste ano, o partido decidiu apoiar Helder Barbalho dentro de um arranjo que garantiu a manutenção da aliança nacional com o PMDB.

Amazonas: Eduardo Braga (PMDB)

Divulgação
Dono de uma fortuna declarada de R$ 27,3 milhões, o peemedebista é proprietário de uma rede de concessionárias e assumiu seu primeiro cargo público em 1982, após ter sido eleitor vereador de Manaus pelo PDS (Partido Democrata Social, hoje chamado PP, Partido Progressista), partido que apoiava o regime militar brasileiro e era originário da Arena (Aliança Renovadora Nacional).
O empresário, que também investe no agronegócio (letras de crédito e cabeças de gado), já passou por seis partidos políticos. Além de vereador pelo PDS, foi deputado estadual pelo PMDB (1987-1991) e federal pelo PDC (1991-1992). Foi vice-prefeito e prefeito da capital amazonense pelo PDC (1993-1996) e governou o Amazonas duas vezes, pelo PPS (2003-2007) e pelo PMDB (2007-2011). Já teve passagens pelo PSL  e pelo PPL. Atualmente, é senador pelo PMDB.
O candidato tem contra si um inquérito no STF (Supremo Tribunal Federal) por crime eleitoral e mais dez processos no Tribunal de Justiça do Amazonas, sendo quatro deles por suspeita de improbidade administrativa.

Tocantins: Marcelo Miranda (PMDB)

Divulgação
Nascido em Goiânia em 10 de outubro de 1961, Miranda é membro de uma tradicional família de políticos e agropecuaristas de Goiás e Tocantins. Estrou na política em 1990, quando foi eleito deputado pelo PFL (Partido da Frente Liberal, atual DEM, Democratas) para ocupar um cargo na Assembleia Legislativa goiana. Foi reeleito ao cargo mais duas vezes.
Em 2002, ainda no PFL, foi eleito governador do Tocantins, sendo reeleito em 2006, já pelo PMDB. Em 2009, porém, teve seu mandato cassado por unanimidade pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que apontou os crimes de abuso do poder, compra de votos e uso indevido dos meios de comunicação social nas Eleições de 2006.
Em 2010, foi eleito senador, mas foi impedido pela Justiça de assumir o mandato por entender que ele se encontra inelegível em virtude da condenação de 2009. Além do processo em que foi cassado do governo, Miranda figura em mais de 500 processos nas diversas esferas e tribunais do Poder Judiciário.
Para o Senado, representando o povo de Tocantins, o PT apoia a reeleição da líder da bancada ruralista, Kátia Abreu (PMDB).

Maranhão: Lobão Filho (PMDB)

Divulgação
Nascido em 17 de setembro de 1964, o empresário peemedebista é um dos donos do Sistema Difusora de Comunicação, emissora de TV afiliada do SBT no Estado do Maranhão e também de uma rede de distribuidora de bebidas. Antes de filiar-se ao PMDB (2010), foi membro do PFL (depois renomeado para Democratas) por oito anos, desde 2002.
Seu patrimônio declarado à Justiça eleitoral neste ano é de R$ 9.881.256,03, valor 284% maior do que o que foi declarado em 2010 (R$ 2.570.010,32), quando se elegeu suplente de senador.
É filho e herdeiro político do senador e atual ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, eleito deputado federal pela Arena em 1978 e pelo PDS em 1982. De 1991 a 1994, foi governador do Maranhão pelo PFL. Passou a integrar a base aliada do governo em 2007, quando ingressou no PMDB. Em janeiro do ano seguinte, foi nomeado ministro das Minas e Energia pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Rio Grande do Norte: Robinson Faria (PSD)

Divulgação
Nascido em 12 de abril de 1959, é membro de uma família proprietária de usinas de sal no Estado do Rio Grande do Norte. Deu início à sua carreira política em 1986, quando foi eleito deputado estadual pelo PFL (atual Democratas). Depois disso, cumpriu mais cinco mandatos na casa legislativa potiguar.

Em 2010, foi eleito vice-governador de seu Estado na chapa da governadora Rosalba Ciarlini (DEM). Em 2011, porém, rompeu com o governo e passou a integrar o bloco de oposição a Rosalba. No mesmo ano, deixou seu então partido, o PMN (Partido da Mobilização Nacional), para filiar-se e ajudar a fundar o PSD no Rio Grande do Norte.
Antes de se dedicar à política, Robinson Faria trabalhava nas empresas do pai, o industrial Osmundo Faria. Juntos, em 1970, eles deram início às atividades da salina Amarra Negra, então a maior do Brasil. Em 1974, Osmundo tinha o apoio do então ministro do Exército, general Dale Coutinho, para assumir o cargo de governador do Rio Grande do Norte em 1975. O general, no entanto, morreu meses após manifestar seu apoio ao industrial. No ano seguinte, então, o governo militar optou por designar Tarcísio Maia, pai do senador Agripino Maia (DEM), para o cargo.

quarta-feira, 27 de agosto de 2014


Pernambuco


DEPUTADO RICARDO COSTA APRESENTA PROJETO DE HOMENAGEM A EDUARDO CAMPOS

O deputado Ricardo Costa (PMDB) deu entrada na Assembleia Legislativa em Projeto de Resolução que homenageia o ex- Governador Eduardo Campos, nomeando uma das Medalhas Leão do Norte com o seu nome. O Projeto foi publicado no Diário Oficial e agora segue para a análise das comissões.

DILMA VETA PROJETO DAS EMANCIPAÇÕES E EMANCIPACIONISTA SE APROXIMAM DE MARINA SILVA




Após anuncio mais uma vez de veto presidencial sobre a matéria das emancipações, emancipalistas de todo pais inclusive de Pernambuco, decidiram agendar encontro com a cúpula de Marina Silva, a articulação vem sendo traçada pelo movimento de Pernambuco que postula na assembleia legislativa mais de 30 distritos que estavam no páreo para virar cidades. A presidenta acabou mais uma vez com o sonho de vários distritos terem suas liberdades e as pessoas viverem em melhores condições com a divisão e aplicabilidade dos recursos constitucionais de forma mais justa para as sociedades.

Nós sociedade civis que fazemos o movimento de emancipação, somos a arma viva contra os interesses alheios a vontade popular, somos brasileiros não apenas na hora de votar, somos brasileiros para fazer a diferença contra as injustiças de um legrado de políticos interesseiros desse quilate. Que ponto chegou o governo de brincar com os sentimentos de uma legião de emancipalista que dormirão nas ruas da capital por mais de 08 vezes, defendendo um projeto, e este ser jogado duas vezes consecutivas pelas mesmas forças que detêm o comando do pais. 

Neste pais democrático quem manda é o povo; e a raça desse povo bravo como diz a letra do hino nacional " brava gente brasileira, por onde vai temor seguir, ou ficar a pátria livre ou morrer pelo pais."  
Nós emancipalistas não desistiremos e vamos a luta, viva a liberdade.

Alberes Xavier