As melhores marcas anunciam aqui

As melhores marcas anunciam aqui

sexta-feira, 19 de março de 2021

Lero entrega mais quatro ruas no distrito de Pão de Açúcar

Rua Maria Isídia

O prefeito de Taquaritinga do Norte, Ivanildo Lero (PSB), esteve na manhã desta sexta-feira 19 de março dia de São José, no Distrito de Pão de Açúcar, para entregar a população, as obras de pavimentação realizadas nas Ruas Maria Izídia, Inácio Amaro (Trecho conhecido como rua de Tio Fio), Madre Teresa e Torquato Damião de Barros.

Rua Madre Teresa.
O Prefeito do município, devido a pandemia COVID 19, faz uma entrega oficial a população, seguindo todos protocolos de segurança, evitando inaugurações que poderia causar aglomeração. Lero falou sobre as obras entregue no dia do padroeiro do distrito.  “Começamos o maior programa de pavimentação da história de Taquaritinga do Norte em 2017, e hoje estou muito feliz com a entrega de mais quatro ruas pavimentadas em Pão de Açúcar. Mesmo diante das crises, das dificuldades, conseguimos estabelecer metas e conseguimos cumprir graças ao planeamento de nossa gestão. Entregar obras é momento também de relembrar os compromissos que lá trás foram firmados com nosso povo, por isso hoje, dia do padroeiro de Pão de Açúcar, São José, estou feliz em entregar essas quatro obras que  leva qualidade de vida pra população”, afirmou Lero.

As quatro ruas foram oriundos de recurso próprio, mostrando que a gestão de Lero e Gena tem planejamento e está investindo o dinheiro do povo de Taquaritinga com sabedoria. 

Rua de Tio Fio
A Senhora Lena, moradora da Rua de 'Tio Fio', falou sobre a satisfação de ter sua rua calçada.  “Antes da chegada do calçamento era muito difícil até de subir a pé, pois além da rua ser esburacada e ser em cima da Serrinha, tinha umas pedras enormes que bloqueavam a passagem até de quem andava a pé. A Prefeitura tirou as pedras, desbloqueando a rua, comprou um terreno pra fazer uma saída pra rua e fez o calçamento, então agente morador aqui da Serrinha só temos a agradecer ao prefeito Lero pela iniciativa e realizar esse sonho aqui de nós que moramos na Serrinha”, destacou a moradora. 

Ao longo dos últimos 4 anos, a Prefeitura de Taquaritinga do Norte realizou obras estruturadoras como essas em todos os bairros da sede do município,  nos distritos, vilas e comunidades. Aproximadamente 80 obras de pavimentação foram realizadas nos quatros canto do município. A ação é considerada meta prioritária do maior programa de pavimentação da história de Taquaritinga do Norte.
Rua Maria Isídia

Rua Maria Isídia

Rua Madre Teresa de Calcutá

Rua Inácio Amaro - Trecho conhecido como rua de Tio Fio

Rua Torquato Damião de Barros

Rua Madre Teresa






BRASIL BATE O TRISTE RECORDE DE 2.841 MORTES POR COVID EM VINTE E QUATRO HORAS

Ministério da Saúde confirmou mais 2.841 mortes por covid-19 nesta 3ª feira, 16 de março de 2021. É o número mais alto já registrado em 24 horas.

O Brasil tem agora 282.127 vítimas e 11.603.535 casos da doença. É o 2º em número de mortes e de diagnósticos, atrás apenas dos Estados Unidos.

A média de mortes atingiu um novo pico pelo 21º dia seguido. Está em 1.965

*Fonte: MSN Notícias.

quinta-feira, 18 de março de 2021

PERNAMBUCO RECEBE MAIS 198 MIL DOSES DA VACINA DO INSTITUTO BUTANTAN

Pernambuco recebeu nesta terça-feira à noite mais 198.600 vacinas contra a Covid-19 da Sinovac/Butantan. 

Com esse lote, para as duas doses, será possível avançar na imunização dos idosos entre 75 e 79 anos, subindo para 59% o quantitativo dessa faixa etária que poderá ser protegido. 

Em relação aos profissionais de saúde, que também seguirão sendo imunizados, o Estado chegará à marca de 86% do quadro com essa nova remessa.

Com o novo lote, o Estado totaliza 1.052.960 doses. As vacinas foram recebidas pelo Programa Estadual de Imunização, que faz a verificação e providencia a divisão igualitária entre os municípios pernambucanos, levando em consideração a base de cálculo populacional dos grupos prioritários feito pelo próprio Ministério da Saúde. Na manhã desta quarta-feira (17.03), os lotes começam a ser distribuídos para todas as 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres).

Somando-se esse novo lote, Pernambuco já recebeu 886.960 unidades da Coronavac, para ambas as doses, e 166 mil da Astrazeneca/Oxford/Fiocruz, apenas para a primeira dose. 

O Ministério da Saúde informou que providenciará em tempo oportuno o quantitativo para a segunda dose, que deve ser tomada três meses após a primeira aplicação.

Com o número absurdo de mortes que estão acontecendo por dia no Brasil, a aceleração do processo de vacinação é a única alternativa para diminuir o número de infectados. 

QUAL O PIOR PRESIDENTE DA HISTÓRIA DO BRASIL?

 


Bolsonaro é o pior presidente da história do Brasil.  Geisel, Figueiredo, Sarney, Collor, Itamar, Fernando Henrique, Lula, Dilma, todos foram melhores do que ele.

Mesmo os da época da ditadura militar, começando por Castelo Branco.

Os generais presidentes eram nacionalistas, cometeram excessos em nome do combate ao comunismo, mas nada que se compare ao filme de terror que o Brasil vive desde que o capitão descartado pelo Exército começou a governar.

Sarney se comportou como um coronel do Maranhão, praticou fisiologismo do Oiapoque ao Chuí, mas tentou domar a inflação, aboliu a censura e permitiu que o país aos poucos voltasse à democracia.

Seu sucessor, Fernando Collor, foi afastado por corrupção, que hoje parece brincadeira de criança perto das suspeitas de rachadinhas praticadas por toda família, além da compra escandalosa de chicletes, leite condensado, vinhos, uísques e outros produtos.

Itamar foi um acidente de percurso que deu certo, abriu caminho para o Plano Real, Fernando Henrique Cardoso e os primeiros avanços nas políticas sociais que seriam aprofundadas por Lula.

Retirante de Garanhuns-Caetés, ex-operário em São Paulo, Luiz Inácio foi o presidente que em 500 anos de história mais olhou para o povo pobre, permitiu ao Nordeste um desenvolvimento nunca visto, investiu em institutos de educação e universidades, tirou milhões de pessoas da miséria e lhes deu dignidade.

Sua sucessora, Dilma Rousseff, se cometeu erros deixou o poder com o país numa situação muito melhor do que hoje.

Basta ver quanto custava o botijão de gás, a gasolina, o arroz, o feijão, o óleo de cozinha, uma passagem de ônibus e como estão as coisas hoje.

Nem Michel Temer, o grande Judas da política brasileira, conseguiu deixar uma marca negativa tão forte. 

Qual o legado do atual presidente?

É ter perdido 10 mil médicos cubanos que estão fazendo muita falta na pior crise sanitária de nossa história?

É pegar carona no projeto de transposição do Rio São Francisco, que pegou com 80% do trabalho feito?

É ter tornado o programa Bolsa Família minúsculo, ter acabado com o Mais Médicos, o Minha Casa Minha Vida e outros programas que estavam possibilitando a melhoria de vida de pessoas da classe média baixa e das classes C e D?

Temos o pior gerenciamento da pandemia do mundo, somos o 50º país em vacinação, caminhamos para superar os Estados Unidos em número de vítimas, embora tenhamos uma população 50% menor.

Triste Brasil, triste povo que acredita num bárbaro que nega a ciência e não se sensibiliza diante da vida nem da morte.

Um dia tudo isso passará, felizmente. E esperamos que seja logo, o mais rápido possível.

Para que as crianças, os jovens,  tenham futuro e que a população brasileira volte a sorrir. Com emprego, com os salários aumentando, com perspectiva de melhorar de vida, confiando no amanhã, conscientes de que a melhor e maior arma é a do conhecimento, da educação, da libertação pelo saber.

CONGRESSO NACIONAL DERRUBA VETO DOS PRECATÓRIOS DO FUNDEF


O Congresso Nacional derrubou nesta quarta-feira, dia 17, o veto do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que impedia o rateio dos precatórios do Fundef com os professores brasileiros. O movimento pela derrubada do veto foi coordenado pelo deputado federal Fernando Rodolfo, que desde o início do seu mandato tem se dedicado em Brasília para garantir, em lei federal, o direito dos professores ao rateio desses recursos.


Na Câmara foram 439 votos, mas só eram necessários 257 e no Senado foram 73 votos, quando só eram necessários 41. “Ganhamos de lavada. Esse resultado mostra que os professores unidos são fortes e que nenhum político pode subestimar a importância dessa categoria. 17 de Março de 2021 foi o dia que os professores brasileiros venceram um presidente da República e fizeram o Congresso Nacional se curvar à força da categoria”, comemorou Fernando Rodolfo.


O deputado pernambucano foi incansável nessa luta. Fez inúmeras audiências públicas em todo o estado de Pernambuco e também em outros estados do nordeste, mobilizando professores e orientando como eles deveriam fazer para pressionar os deputados e senadores. “Passei dias na estrada longe da família por uma causa que eu considero muito nobre. Valorizar o professor é valorizar quem nos ensinou a viver”, disse Fernando, ainda emocionado nas suas redes sociais.


ENTENDA A LUTA – Entre os anos de 1996 e 2007, o governo federal errou a conta na hora de mandar os recursos para financiar a Educação nos estados e municípios. A lei do antigo Fundef, hoje Fundeb, diz que pelo menos 60% dos recursos enviados pela União tinham que ser utilizados para pagamento de salário de professor. Quando sobrava alguma verba, os prefeitos faziam o rateio do dinheiro com os profissionais do magistério. Muitas prefeituras brasileiras entraram na justiça contra o governo federal, que por sua vez, foi condenado a repassar para cada uma delas o valor que não tinha sido depositado na época certa.


Os professores começaram a brigar pelo direito de ter 60% dessa nova verba, que se chama de precatórios, mas o Tribunal de Contas da União decidiu que os prefeitos não deveriam fazer esse repasse para a categoria. Então, o deputado Fernando Rodolfo abraçou essa causa na Câmara dos Deputados e trabalhou para criar uma lei federal garantindo esse direito para os professores.


No ano passado, o deputado Marcelo Ramos (PL-AM), apresentou um projeto de lei que tratava de precatórios do Governo Federal. Atendendo a um pedido de Fernando Rodolfo, Marcelo incluiu no seu texto o que o deputado pernambucano pediu. A matéria foi aprovada, mas o presidente Jair Bolsonaro vetou essa parte da lei. Fernando Rodolfo então começou a liderar o movimento pela derrubada do veto, que se consolidou hoje com expressiva votação. “Agora fazer rateio dos precatórios do Fundef com os professores é lei federal”, bradou o parlamentar.

quarta-feira, 17 de março de 2021

BRASIL TEM QUARTO MINISTRO DA SAÚDE DURANTE A PANDEMIA

Presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia, Marcelo Queiroga foi escolhido como novo ministro da saúde pelo presidente Jair Bolsonaro.

É o quarto no cargo durante a pandemia.

Ele aceitou o convite depois da recusa da também cardiologista Ludhmila Hajjar.

A médica, que chegou a considerar o presidente como psicopata, conforme áudio que vazou nas redes sociais, não chegou a um acordo com Bolsonaro por discordâncias da linha de pensamento do líder da direita.

Além disso, recebeu ameaças de morte de bolsonaristas, por isso preferiu ficar de fora do governo.

Marcelo, que vai suceder a Eduardo Pazuello, se identifica com a política praticada por Jair Bolsonaro.

A missão do ministro é difícil: a pandemia no Brasil está sem controle e já morreram quase 280 mil pessoas de Covid em um ano.

MISTURA DE IGNORÂNCIAS



Na etimologia da palavra, a ignorância significa a falta de conhecimento. Pode ser por o indivíduo não ter oportunidade de acesso a fatos e escritos, pode ser por um estado deliberado de ignorar, o que é um estado consciente. Para além do dicionário, a ignorância é definida na práxis pela ação bruta, violenta, para resolver divergências. O mundo vive esse estágio, ele é ciclico. É inaceitável – por isso, combatido – porque a ignorância questiona e ameaça a democracia, a liberdade, o saber e a pesquisa, que resulta da curiosidade e de ter consciência de que não se sabe de tudo. É preciso saber mais.

O Brasil vive este estágio, o da ignorância. O ódio que revolta, aflige, angustia – separa amigos e divide famílias – e ameaça a paz social é a consequência da junção das ignorâncias. Uma contesta o conhecimento e, assim, diz que a terra é plana, a fé cura e a ciência mata. Outra se propõe a resolver pela força – o grito, o punho e o fuzil – as diferenças, as quais odeia. As ignorâncias não toleram o diálogo, não admitem a alternativa, não cultivam o poder como rodízio entre contrários. Por esses atributos, acreditam que matar 30 mil – como dizem – eliminará os contrários e erradicará as suas ideias.

A ignorância de conhecimento é a maior fonte de mistura de interpretações. O indivíduo não é capaz de discernir – verdade e mentira, bem e mal, crueldade e fraqueza -, o que o torna um grande problema, frequentemente uma grande ameaça. Sem conhecimento e senso crítico, tudo que lhe chega é interpretado sem base. Nos dias atuais, faz da imensa quantidade de assuntos uma salada levada ao liquidificador. Sem distinguir, a massa de informações que absorve vira uma sopa, um bolo, com a mesma receita: intervenção militar, fechar o STF e Congresso, liquidar a democracia e matar 30 mil.

Recorro ao filósofo e professor universitário Mário Sérgio Cortella, que fala dos indivíduos sem “capacidade cognitiva”. Na ignorância (sem conhecimento sistematizado) e pela ignorância (a violência) como juízo das divergências. E qual o perigo de eventualmente ter tantos no estágio da ignorância, alguns em duplo estágio? Para essas pessoas, moral e ética estão abaixo de força e unicidade, um corpo único integralista que tem a religião como fundamentalismo de sua ação. Por suas interpretações, não é difícil matar, pôr o revólver na cabeça do opositor, quebrar com um soco o rosto do discordante, defender golpe e intervenção, cortar a cabeça de “comunistas” do STF, fechar o Congresso e calar a imprensa, porque isso tudo faz parte da solução.

O subdesenvolvimento é o estágio da ignorância. Em tempos normais, ela emperra o crescimento do país. Nos tempos atuais, vive o seu pico. A cada dia um novo terror. Mente-se com cinismo, ameaça-se sem medo e desrespeita-se sem qualquer pudor. Sossego deixou de ser algo objetivo, embora imaterial. A ignorância tem dupla face e múltiplos custos.

*Ayrton Maciel é jornalista. Trabalhou no Dario de Pernambuco, Jornal do Commercio e nas rádios Jornal, Olinda e Tamandaré. Ganhador do Prêmio Esso Regional Nordeste de 1991.

SISTEMA HOSPITALAR DE GARANHUNS ESTÁ PRÓXIMO DO COLAPSO POR CAUSA DA COVID

 

Dom Moura está com 100% 
dos leitos de UTI ocupados

Pela primeira vez, desde que começou a pandemia do coronavírus, os hospitais de Garanhuns estão praticamente com 100% de sua capacidade comprometida.

O próprio prefeito Sivaldo Albino (PSB) falou hoje com Eduardo Peixoto, da Rádio Jornal Garanhuns, quando informou o povo da cidade da real situação do município.

No Dom Moura todos os leitos de UTI para tratamento da Covid estão ocupados e nos outros hospitais a situação é semelhante.

Promotor Domingos Sávio, da área de cidadania, também demonstra preocupação. Segundo ele, 9 dos 14 leitos do Hospital Monte Sinai estão ocupados, com pacientes de Garanhuns e outras cidades da região. Há internados a partir de 30 anos de idade.

Dos pacientes do Monte Sinai, dois estão usando respiradores mecânicos (a unidade de saúde tem apenas quatro).

No Hospital Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, sete dos 10 leitos de UTI estão ocupados, inclusive com os pacientes entubados.

Diante dessa situação, é preciso que se cumpra o decreto do governador Paulo Câmara.

Comerciantes que desobedecerem as determinações do governo poderão ser obrigados a cumprir a lei, com atuação da Polícia Militar e da Vigilância Sanitária Estadual.

Na entrevista ao radialista Eduardo Peixoto, o prefeito Sivaldo Albino revelou que está em entendimento com o governador Paulo Câmara para conseguir novos leitos da UTI para Garanhuns, que poderão ser instalados na Unidade de Tratamento da Cohab II.

BRASIL BATE O TRISTE RECORDE DE 2.841 MORTES POR COVID EM VINTE E QUATRO HORAS

Ministério da Saúde confirmou mais 2.841 mortes por covid-19 nesta 3ª feira, 16 de março de 2021. É o número mais alto já registrado em 24 horas.

O Brasil tem agora 282.127 vítimas e 11.603.535 casos da doença. É o 2º em número de mortes e de diagnósticos, atrás apenas dos Estados Unidos.

A média de mortes atingiu um novo pico pelo 21º dia seguido. Está em 1.965

*Fonte: MSN Notícias.

PERNAMBUCO RECEBE MAIS 198 MIL DOSES DA VACINA DO INSTITUTO BUTANTAN

Pernambuco recebeu nesta terça-feira à noite mais 198.600 vacinas contra a Covid-19 da Sinovac/Butantan. 

Com esse lote, para as duas doses, será possível avançar na imunização dos idosos entre 75 e 79 anos, subindo para 59% o quantitativo dessa faixa etária que poderá ser protegido. 

Em relação aos profissionais de saúde, que também seguirão sendo imunizados, o Estado chegará à marca de 86% do quadro com essa nova remessa.

Com o novo lote, o Estado totaliza 1.052.960 doses. As vacinas foram recebidas pelo Programa Estadual de Imunização, que faz a verificação e providencia a divisão igualitária entre os municípios pernambucanos, levando em consideração a base de cálculo populacional dos grupos prioritários feito pelo próprio Ministério da Saúde. Na manhã desta quarta-feira (17.03), os lotes começam a ser distribuídos para todas as 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres).

Somando-se esse novo lote, Pernambuco já recebeu 886.960 unidades da Coronavac, para ambas as doses, e 166 mil da Astrazeneca/Oxford/Fiocruz, apenas para a primeira dose. 

O Ministério da Saúde informou que providenciará em tempo oportuno o quantitativo para a segunda dose, que deve ser tomada três meses após a primeira aplicação.

Com o número absurdo de mortes que estão acontecendo por dia no Brasil, a aceleração do processo de vacinação é a única alternativa para diminuir o número de infectados. 

quarta-feira, 10 de março de 2021

Prefeito Lero consegue mais uma ensiladeira para os agricultores de Taquaritinga do Norte


O Prefeito de Taquaritinga do Norte, Lero,  conseguiu na ultima quinta-feira 04/03  uma máquina ensiladeira para os agricultores de Taquaritinga do Norte. O prefeito esteve com o Secretário de Agricultura do Estado, Claudiano Martins e o Deputado Diogo Moraes na sede da Secretaria Estadual de Agricultura, onde o prefeito conseguiu uma ensiladeira para os agricultores taquaritinguenses.

O Prefeito Lero agradeceu ao Deputado Diogo Moraes pelo empenho em mais essa conquista para os agricultores de Taquaritinga do Norte. “A máquina cria silagem a partir de pouca quantidade e ajuda os agricultores de Taquaritinga do Norte na época da seca que estocam a silagem para os animais. Quero agradecer ao Deputado Diogo Moraes, ao Secretário de Agricultura do Estado de Pernambuco Claudiano que atendendo ao pedido de nosso grupo vai melhorar o dia a dia de nossos agricultores”, falou Lero.

A ensiladeira é uma máquina bem prática, que pode ser utilizada a qualquer momento, pois ela serve para picar capins, sorgo, milho, enfim, todas as espécies forrageiras. Isso a torna ideal para o processo do trato diário dos animais, já que nem sempre o pasto está em condições de servir como alimento.

SÉRGIO MORO VIRA RÉU E SERÁ JULGADO HOJE PELO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL

A situação do ex-juiz Sérgio Moro, que caiu em desgraça desde que o The Intercept começou a revelar suas falcatruas, poderá piorar um pouco mais a partir desta terça-feira, dia 9.

É que o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, resolveu colocar em julgamento o processo de suspeição do ex-magistrado, atendendo solicitação dos advogados ex-presidente Lula.

Caso o STF julgue Moro suspeito, os processos do petista voltarão à estaca zero.

Embora as decisões do ex-juiz de Curitiba tenham sido anuladas pelo ministro Edson Fachin, uma decisão colegiada do Supremo fará com que o herói fabricado pela Globo fique completamente desacreditado, sem chances de voltar a ter o poder de outrora.

O The Intercept, outros veículos de imprensa e mais recentemente a própria Polícia Federal atestaram que Sérgio Moro foi um juiz parcial, que agiu com objetivos políticos e partidários, agindo inclusive de conluio com procuradores com o único objetivo de condenar Lula a qualquer custo.

Numa das vezes que prestou depoimento ao então magistrado, o ex-presidente disse que um dia a verdade seria revelada e os que o acusavam virariam réus.

Na prática, Sérgio Moro já é réu e vai ser julgado pela Suprema Corte.

Jornalista Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo, foi a primeira a informar da decisão de Gilmar. 

MINISTROS GILMAR MENDES E RICARDO LEWANDOWSKI VOTAM CONTRA SÉRGIO MORO

Ministro Kassio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal, pediu vista para analisar o processo de suspeição do ex-juiz Sérgio Moro e deixou a votação indefinida.

Gilmar Mendes, relator e Ricardo Lewandowski votaram favoráveis à suspeição de Moro, enquanto Edson Fachin foi contra.

Carmen Lúcia optou por esperar o voto de Kassio para poder se pronunciar. O resultado da votação ainda não está definido.

Jornalistas do Portal UOL e de outras mídias acreditam que o placar será desfavorável a Sérgio Moro.

Crítico da Lava Jato, Gilmar Mendes bateu duro no ex-juiz ao justificar seu voto pela suspeição. Segundo ele, “não pode combater o crime cometendo outros crimes”. Foi uma crítica aos métodos de Moro, Dallagnol e outros procuradores, que cometeram inúmeras irregularidades ao participarem da Operação, justificando a necessidade de atos anormais para combater a corrupção.

Gilmar definiu a Lava Jato como um projeto populista de poder, considerando que os integrantes da Operação causaram “o maior escândalo judicial da nossa história”.

Criticado por suas posições, o ministro disse que é insuspeito de ter ligações com o PT. Ele se refere ao fato de ter sido indicado para o STF pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

DESTINO DE MORO ESTÁ NAS MÃOS DO PRESIDENTE BOLSONARO

Os ministros Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, demoliram ontem o ex-juiz e ex-ministro de Bolsonaro, Sérgio Moro.

Tanto um quanto outro votaram pela suspeição do ex-poderoso de Curitiba, na condução dos processos do presidente Lula.

Gilmar, que chegou à Suprema Corte indicado pelo presidente Fernando Henrique Cardoso, disse que não se pode combater crime praticando outros crimes.

O recado foi para Moro e seu bando, é claro.

Já Lewandowski, lembrou a prisão coercitiva de Lula como um ato arbitrário e frisou “que nem um animal poderia ter sido conduzido daquela maneira, quanto mais um ex-presidente da República”.

A votação está em 2 x 2, mas quem acompanha o caso acredita que a ministra Carmen Lúcia vai mudar o voto, passando a condenar Moro.

O destino do ex-juiz, quem diria, está nas mãos de Bolsonaro. É que o ministro que pediu vistas do processo e adiou a definição do caso, Kassio Nunes Marques, está no STF graças  ao atual presidente da República.

De todo modo, poucos são os que ainda acreditam em Moro. Nas redes sociais ele está sendo massacrado, recebendo adjetivos impublicáveis neste espaço. 

Bolsonaro se puder acaba de vez com seu ex-ministro, mas também não tem nenhum interesse em limpar mais ainda a barra de Lula. 

GOVERNO DE PERNAMBUCO DEVE REATIVAR LEITOS DE UTI PARA COVID NA UPAE GARANHUNS

O Governo do Estado deve reabrir os leitos para tratamento de Covid na UPAE Garanhuns.

No Hospital Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, que tem um convênio com o governo, também pode haver ampliação do número de leitos. 

As informações são do promotor Domingos Sávio, da área de cidadania, que participou no início desta semana de uma reunião com o Secretário de Saúde, André Longo, e representantes de municípios pernambucanos com mais de 100 mil habitantes.

O tema do encontro foi o agravamento da pandemia no Estado.

De acordo com Dr. Domingos, a situação é preocupante. A taxa de ocupação de leitos em Pernambuco, por conta da Covid, está em torno de 95%.

O promotor defende que o município também implante leitos de UTI, uma vez que atualmente só mantém leitos clínicos.

Os leitos de UTI são para tratamento de casos mais graves da Covid. "As situações graves são em percentual menor, mas os números são preocupantes", alertou Domingos Sávio.

Ele defende a ampliação dos leitos na cidade e o reforço às  medidas de prevenção visando estancar a cadeia de transmissão do vírus.

Para Dr. Domingos, o esforço deve ser individual e coletivo, uma vez que qualquer pessoa pode ser acometida da doença, com riscos.

Promotor acredita que é essencial o uso da máscara, o distanciamento e a higienização permanente. 

"Vacina para todos", defendeu o representante do Ministério Público. Para enfatizar a importância da imunização, ele apresentou mais um dado obtido na reunião: o número de internados com mais de 85 anos caiu depois que o pessoal nesta faixa etária foi vacinado. 

Atualmente Garanhuns tem 10 leitos de UTI no Hospital Regional Dom Moura, com taxa de 70 a 80% de ocupação.

Também há leitos de UTI na Perpétuo Socorro e Hospital Monte Sinai. Na unidade de tratamento de Covid no município e no Hospital Infantil os leitos são clínicos ou de retaguarda. 

terça-feira, 9 de março de 2021

Lero consegue dois respiradores com André de Paula

Sempre prezando pela saúde dos nortetaquaritinguenses, o Governo Municipal vive constantemente buscando melhorias pra as unidades de saúde do município. 

Na última viagem a Brasília, o prefeito Ivanildo Mestre, Lero, visitou a segunda vice presidência da Câmara dos Deputados no gabinete de André de Pauta, e na ocasião articularam junto ao Ministério da Saúde respiradores para o Hospital Geral Severino Pereira da Silva. 

O deputado muito solícito demonstrou grande apreço pela solicitação. O equipamento chegou ao município na tarde de ontem (05), dois respiradores portáteis, essenciais para estabilizar a saúde de pacientes infectados pela COVID-19 ou por problemas respiratórios. Acompanharam o prefeito o presidente da Câmara, o vereador Demir e o Secretário de Chefia de Gabinete, Ronaldo Veiga.
“Agradeço ao deputado André de Paula que nos recebeu com muito apreço em seu gabinete. O pleito foi tão bem sucedido que em poucos dias os dois respiradores portáteis tão importantes para nossa saúde já se encontram no hospital. Eles servirão para pacientes infectados pelo Covid 19 e em transferências quando necessário”, destacou o prefeito, Lero. 

Com esses novos respiradores o Hospital Geral Severino Pereira da Silva passa a ter mais equipamentos para atender a população.

INTELECTUAIS E SITE DE INVESTIDORES BATEM DURO NO PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Dois textos significativos foram publicados da semana passada pra cá, revelando indignação com o governo brasileiro. Um foi assinado por artistas e intelectuais do porte de Chico Buarque, Leonardo Boff, Zélia Duncan, Paulinho da Viola, Carol Proner e padre Júlio Lancelotti.

O outro foi publicado num site lido pela elite de investidores paulistas. Da mesma maneira que os artistas, se posiciona de maneira dura contra o presidente da República.

Segue o manifesto dos intelectuais:

CARTA ABERTA À HUMANIDADE

"Vivemos tempos sombrios, onde as piores pessoas perderam o medo e as melhores perderam a esperança". Hannah Arendt

O Brasil grita por socorro.

Brasileiras e brasileiros comprometidos com a vida estão reféns do genocida Jair Bolsonaro, que ocupa a presidência do Brasil junto a uma gangue de fanáticos movidos pela irracionalidade fascista.

Esse homem sem humanidade nega a ciência, a vida, a proteção ao meio ambiente e a compaixão. O ódio ao outro é sua razão no exercício do poder.

O Brasil hoje sofre com o intencional colapso do sistema de saúde. O descaso com a vacinação e com as medidas básicas de prevenção, o estímulo à aglomeração e à quebra do confinamento, aliados à total ausência de uma política sanitária, criam o ambiente ideal para novas mutações do vírus e colocam em risco os países vizinhos e toda a humanidade. Assistimos horrorizados ao extermínio sistemático de nossa população, sobretudo dos pobres, quilombolas e indígenas.

O monstruoso governo genocida de Bolsonaro deixou de ser apenas uma ameaça para o Brasil para se tornar uma ameaça global.

Apelamos às instâncias nacionais – STF, OAB, Congresso Nacional, CNBB – e às Nações Unidas. Pedimos urgência ao Tribunal Penal Internacional (TPI) na condenação da política genocida desse governo que ameaça a civilização.

Vida acima de tudo". 

Transcrevemos também o texto do site dirigido aos investidores da capital paulista:

Muitos já sabiam que Bolsonaro nunca teve o equipamento intelectual necessário — temperamento, lógica e racionalidade — para performar as tarefas mais simples que a Presidência exige.

Mas as cenas desta semana — com o Presidente berrando para o brasileiro buscar vacina “na casa da sua mãe” e insistir que o luto e a angústia de tantos são “frescura e mimimi” — são, na MELHOR das hipóteses, crimes de responsabilidade, senão crimes contra a própria humanidade.

Cadê a vacina, Jair? Sua mãe, que criou um negacionista, já foi vacinada. As mães de milhões de brasileiros, não.

Por MUITO MENOS, este País foi às ruas para tirar Fernando Collor e Dilma Rousseff. Um caiu por uma Fiat Elba; a outra, por uma pedalada. Ambos pagaram por suas irregularidades, mas nenhum brincou com vidas.

Bolsonaro prova que só há uma coisa pior do que um idiota com iniciativa: um idiota com iniciativa que precisa lidar com uma pandemia.

Se Dilma Rousseff estivesse hoje na Presidência e se comportando como Jair Bolsonaro, a Faria Lima e o Jardim Europa — o principal público deste site — já estariam na Paulista batendo panelas e exigindo sua remoção do cargo.

Perdemos nossa bússola moral?

Na economia, Bolsonaro fez o mínimo para não deixar o País quebrar. O mínimo! Não privatizou nada, não passou reforma relevante nenhuma, e recentemente voltou a seus instintos originais: estatismo, intervencionismo e populismo.

A incompetência é tão grande que nem sua antecessora conseguiu produzir uma taxa de câmbio tão depreciada — e num momento de preços recordes das commodities.

Em sua trajetória de Mito a Coveiro do Brasil, Bolsonaro arrastou os militares — alguns fascinados com cargos que lhes deram salários com os quais não sonhavam. É hora de desmamar do DAS e servir à Pátria à qual juraram lealdade.

Apesar de tudo isso, no Congresso ainda não há coragem para um impeachment.

Nossos políticos não são líderes, são liderados — pelas pesquisas.

O novo presidente do Senado, Rodrigo Otávio Soares Pacheco, disse recentemente que "não é hora" nem de CPI nem de impeachment.

Rodrigo é um jovem político mineiro — pessoa de bem, ao que consta — mas está enveredando na trilha que desgraçou Rodrigo Maia. Maia apostou tudo na contemporização, e acabou sem legado algum, sem amigos em qualquer um dos lados.

O Presidente da Câmara, Arthur César Pereira de Lira, poderia aceitar um pedido de impeachment. Arthur tem a oportunidade de deixar para trás o carimbo de fisiológico do Centrão e se reinventar como um homem de Estado corajoso, sensível ao que está acontecendo no País.

Se nada fizerem, Pacheco e Lira sairão de cena minúsculos, menores do que entraram.

Até o Senador Tasso Jereissati, um dos homens públicos mais sérios do País, precisa recalibrar sua indignação. Tasso fez pressão por uma CPI e disse que “é preciso parar esse cara,” mas disse que um impeachment “vai criar uma crise sem tamanho.”

Data venia, Senador: “crise sem tamanho” é quando mãe, pai e filho morrem sem respirador, é quando prefeitos têm que fechar as cidades porque a vacina ainda está longe.

É impossível contemporizar com este Governo. É inviável tentar negociar com quem não quer remar na mesma direção.

Não são apenas os chefes dos Poderes que têm responsabilidade. O Procurador Geral da República se omite, mas onde estão os demais membros do Ministério Público Federal? Vão prevaricar? Não há vida depois da Lava Jato?

E a oposição? Ainda existe? E as mesas diretoras da Câmara e do Senado? Todos vocês têm CPF, todos têm biografia, todos têm família que precisa da vacina.

E aos amigos do agronegócio, que vão muito bem, obrigado, e ainda constituem a base de apoio mais fiel ao Presidente, um lembrete amigável: mesmo quem está na primeira classe do Titanic morre afogado quando o navio afunda. Ou morre sem vacina.

Empobrecidos em dólar, desempregados aos milhões, isolados sanitariamente do mundo e sem amigos nas grandes potências, os brasileiros seguem sua vidinha medíocre — até que a coisa transborde em manifestações de rua para, aí sim, os políticos encontrarem sua coluna vertebral.

DOM FERNANDO SABURIDO, ARCEBISPO DE RECIFE E OLINDA: AS PESSOAS PODEM REZAR EM CASA

 


Em carta aberta divulgada no domingo , o arcebispo de Recife e Olinda, Dom Fernando Saburido, disse que é possível a prática religiosa sem a pessoa estar necessariamente nas igrejas e templos.

Ele se posicionou ao comentar o projeto de lei que deseja tornar igrejas e templos como atividades essenciais em Pernambuco. 

Proposta é do deputado evangélico Cleiton Collins (PP) e deve ser votada nesta segunda-feira na Assembleia Legislativa.

Dom Fernando enfatizou que a prática religiosa independe do templo, conforme Mateus 18,20: “Onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, eu estou ali, no meio deles".

O arcebispo ressaltou, ainda, que a prioridade deve ser salvar vidas. 

“As pessoas podem fazer uso dos recursos da tecnologia para participar das celebrações, à distância, e realizar suas devoções em suas casas, em conjunto com sua família", disse Dom Fernando.